Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians/ Divulgação
Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians/ Divulgação

Corinthians 'reserva' venda de Felipe para fechar com atacante

Porto deve comprar zagueiro por R$ 24 milhões

VÍTOR MARQUES, O ESTADO DE S.PAULO

31 de maio de 2016 | 05h00

O Corinthians pretende usar metade do valor da venda de Felipe ao futebol português para comprar um atacante. O zagueiro está prestes a fechar com o Porto por R$ 24 milhões, segundo o jornal português O Jogo. Nico Lopez, atacante uruguaio que defende o Nacional, ainda está na mira, embora a diretoria monitore nomes de outros atacantes que atuam no futebol sul-americano.

O motivo é o preço relativamente mais baixo que jogadores que atuam na Europa. Outros clubes brasileiros, no entanto, também sondaram o atacante uruguaio, entre eles Internacional e São Paulo. O Inter ainda está bem próximo de contratar o jogador, mas a negociação ainda não foi concretizada. Nico Lopez, que estava emprestado ao Nacional, pertence a Udinese (ITA). O Inter teria interesse em comprar 50% dos direitos econômicos do jogador. 

A posição de atacante é mais carente na análise da comissão técnica. André vive má fase e Luciano, que recuperou a posição de titular, pode até ser negociado. Ele tem sido oferecido a clubes europeus. Tite disse à diretoria que gostaria de contar com mais um jogador para a posição.

Para suprir a saída de Felipe, a diretoria também estuda contratar um novo zagueiro. Balbuena, que virou titular, está com a seleção paraguaia para a disputa da Copa América. Yago perdeu a posição por ter sido flagrado em exame antidoping. O julgamento do zagueiro Yago foi remarcado desta segunda-feira para o próximo dia 6 de junho.

A venda de Felipe deve ser confirmada em breve. O contrato ainda não foi assinado. O zagueiro, no entanto, ainda desconversa sobre sua saída. "Não posso falar (que vou sair) porque não tenho nada assinado. Meu foco é o Corinthians até a decisão final. Meu empresário me passou poucas coisas, e acompanho pelas coisas que saem de vocês (imprensa). Deixo para o meu pai resolver", afirmou o zagueiro após a vitória contra o Sport por 2 a0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.