Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Corinthians sabe pouco do Guaraní, próximo rival na Libertadores

'Pensei que iríamos enfrentar o Atlético-MG', admite técnico Tite

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

23 de abril de 2015 | 12h30

O Corinthians ficou surpreso ao saber que vai encarar o Guaraní, do Paraguai, na próxima fase da Copa Libertadores. O próprio técnico Tite confessou que quase não conhece o adversário das oitavas de final da competição sul-americana. "Não conheço, não vi, talvez tenha assistido a apenas um jogo deles, nesses momentos que você fica trocando de canal", revelou o comandante.

A primeira partida será fora de casa, porque o Corinthians foi primeiro colocado de sua chave e o Guaraní se classificou em segundo em um grupo que tinha ainda Racing, da Argentina, que avançou em primeiro, e os eliminados Sporting Cristal (Peru) e Deportivo Táchira (Venezuela). "Dou minha palavra de honra que ao final do jogo eu pensei que iríamos enfrentar o Atlético-MG", contou Tite.

O treinador já vinha dizendo durante a semana que seria mais complicado enfrentar um time brasileiro nas oitavas de final, pois são equipes que já se conhecem e têm uma rivalidade maior. E se o Corinthians tivesse perdido por apenas um gol de diferença, o time teria caído justamente contra o time de Minas Gerais.

Para a partida, o Corinthians entra como favorito, pela boa campanha que fez na primeira fase e porque o rival não tem tanta tradição nas competições sul-americanas. De qualquer forma, a ordem no clube é digerir a derrota e levantar a cabeça para a próxima partida. "Não sabíamos quem seria o adversário durante o segundo tempo. Mas agora já sabemos e teremos uns dias para treinar, botar a cabeça no lugar e pensar na próxima fase", avisou o goleiro Cássio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.