Tiago Queiroz/AE - 28/8/2010
Tiago Queiroz/AE - 28/8/2010

Corinthians se licencia do Clube dos 13 e deve deixar a entidade

Presidente Andres Sanchez quer mais autonomia para negociar os direitos de transmissão do Brasileirão

estadão.com.br

22 de fevereiro de 2011 | 16h41

SÃO PAULO - Aconteceu o que todo mundo esperava. Em busca de mais autonomia para negociar os direitos de transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro, o Corinthians resolveu se licenciar do Clube dos 13 nesta terça-feira. A decisão foi comunicada pelo presidente da equipe, Andrés Sanchez, que foi até a sede da entidade em São Paulo para comunicar o presidente Fábio Koff.

"Agora a tendência realmente é sair. Não concordo com muita coisa que vem sendo feita no Clube dos 13 nos últimos anos", declarou Andrés, após reunião com Koff e dirigentes de outras agremiações.

O mandatário corintiano deixou claro que, a partir de agora, o clube negociará de forma independente quem transmitirá as partidas do time.

Briga. O clima no Clube dos 13 já não era dos melhores desde 2008, mas ficou pior no ano passado com a realização da eleição que reelegeu Koff para a presidência.

O Corinthians ficou descontente, pois seguiu a orientação do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e apoiou o candidato Kléber Leite, assim como Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Goiás, Santos, Vasco e Vitória.

A derrota de Leite também deixou a CBF bastante irritada, e enfraqueceu de vez o Clube dos 13.

Agora a situação piorou, pois é possível que o Flamengo, antes também brigado com a CBF, também saia do Clube dos 13. A presidente rubro-negro Patrícia Amorim voltou a aproximar-se da Confederação após ter oficializado o título do Campeonato Brasileiro de 1987.

Veja também:

linkRalf comemora boa fase no Corinthians e mira seleção

(Atualizado às 17h11 para acréscimo de informação)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.