Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Corinthians se reapresenta e diretoria veta trio emprestado ao Goiás

Carille deve esboçar time no treino desta terça-feira no CT Joaquim Grava

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2019 | 19h19

O Corinthians se reapresentou nesta segunda-feira e iniciou a preparação de olho na partida contra o Goiás, quarta-feira, na arena em Itaquera, em duelo adiado da sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Os titulares ficaram na academia enquanto os reservas foram a campo. Matheus Jesus, Mateus Vital e Everaldo, que entraram no segundo tempo do clássico com o Palmeiras, participaram normalmente da atividade com bola. Enquanto a equipe treinava, a diretoria informou ao site "Meu Timão" que vetará a participação dos atletas que estão emprestados ao Goiás: o zagueiro Yago e os meias Giovanni Augusto e Marlone.

A partida contra o Goiás era para ter acontecido em primeiro de junho, antes da parada para a Copa América. Mas foi adiada pela CBF por causa do calendário. O duelo ocorreria no final de semana, entre um jogo da Sul-Americana, na quinta-feira, contra o Deportivo Lara, na Venezuela, e outro na terça-feira, pela Copa do Brasil, contra o Flamengo. Como não haveria tempo para recuperação dos jogadores, o confronto foi remarcado.

O Goiás vem de goleada sofrida para o Santos por 6 a 1 no domingo, resultado que derrubou o técnico Claudinei Oliveira. Ney Franco é o mais cotado para substituí-lo. Carille não deu pistas da formação para a partida, mas a tendência é que o time entre com força máxima.

Uma provável escalação terá: Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel, Júnior Urso (Matheus Jesus) e Sornoza (Mateus Vital); Clayson, Vagner Love e Pedrinho. Uma vitória é importante para colocar o time na parte de cima da tabela. Atualmente o Corinthians ocupa a sétima posição, com 20 pontos. Se vencer, pode ganhar duas posições, ultrapassando o Internacional e o São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.