Corinthians se vinga da Ponte Preta, goleia e vai à semifinal do Paulistão

Romarinho, Emerson, Guerrero e Pato foram os autores dos quatro gols da partida em Campinas

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

28 de abril de 2013 | 17h57

CAMPINAS - O

A Ponte Preta ficava mais com a posse de bola, mas a marcação corintiana levava a melhor e impedia a construção de jogadas por parte do time campineiro. Aos poucos, as faltas e as chegadas mais duras foram irritando os jogadores dos dois lados e o jogo ficou brigado, cheio de discussões e catimba.

O Corinthians só conseguiu chegar pela primeira vez aos 30 minutos, com Guerrero. O peruano recebeu de Romarinho, ganhou na dividida de dois zagueiros, invadiu a área e bateu cruzado, rente à trave. Dois minutos depois, a equipe abriu o placar. Danilo deu passe de calcanhar para Guerrero, que bateu de longe. Edson Bastos defendeu, mas a sobra ficou com Romarinho, que bateu de primeira para marcar.

O segundo gol não demoraria para sair. Aos 38 minutos, Fábio Santos arrancou pela intermediária e tocou para Emerson dentro da área, pela ponta esquerda. O atacante cortou Cléber e, quando parecia que cruzaria para o meio, bateu para o gol. O chute surpreendeu Edson Bastos, que não conseguiu defender.

A etapa final começou com um pênalti para o Corinthians logo aos nove minutos. Emerson recebeu de Danilo pela esquerda, invadiu a área e tentou passar por Cléber. Os dois se chocaram, o atacante corintiano caiu e o árbitro apitou. Na cobrança, Guerrero bateu no canto esquerdo de Edson Bastos, que pulou para o lado certo, mas não alcançou.

Se o cenário estava ruim para a Ponte Preta ficou ainda pior aos 14 minutos, com a expulsão do volante Baraka, que pisou em Romarinho quando o atacante estava no chão. Sem forças para reagir, o time campineiro parecia mais preocupado em não deixar que a derrota virasse uma goleada, enquanto o Corinthians, satisfeito com o resultado, também pouco incomodava.

A entrada de Alexandre Pato empurrou o time do Parque São Jorge um pouco mais à frente, mas o atacante perdeu uma grande chance de transformar a vitória em goleada. Ele recebeu ótimo cruzamento de Fábio Santos, teve tempo para dominar, mas chutou em cima de Edson Bastos.

No minuto seguinte, a dupla funcionou novamente: Fábio Santos cruzou na cabeça de Pato, que cabeceou firme e exigiu outra grande defesa do goleiro. Aos 44, não teve jeito. O atacante recebeu de Emerson, passou pelo zagueiro, driblou Edson Bastos e selou o placar com um golaço.

PONTE PRETA 0 X 4 CORINTHIANS

PONTE PRETA - Edson Bastos; Artur, Cleber, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Bruno Silva (Rildo), Cicinho (Diego Rosa) e Chiquinho; Everton Santos (Xaves) e William. Técnico: Guto Ferreira.

CORINTHIANS - Danilo Fernandes; Alessandro (Edenílson), Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Romarinho (Alexandre Pato), Guerrero (Douglas) e Emerson. Técnico: Tite.

GOLS - Romarinho, aos 32, e Emerson, aos 38 minutos do primeiro tempo. Guerrero, aos dez, e Alexandre Pato, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cléber (Ponte Preta); Alessandro, Paulinho (Corinthians).

CARTÃO VERMELHO - Baraka (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

RENDA - R$ 509.892,00.

PÚBLICO - 12.460 torcedores.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.