Corinthians sem solução para os renegados

A diretoria do Corinthians está com um grande problema: agradar Oswaldo de Oliveira e atender seu desejo de reduzir o elenco de 35 para 25 jogadores. Os empresários dos atletas ameaçados de despejo já avisaram à diretoria que recorrerão aos tribunais do Trabalho caso seus atletas sejam simplesmente descartados. ?Não é fácil ser jogador. Muitas vezes, o atleta não consegue clube para atuar. Outros, têm contrato com uma equipe que não está dando certo e não podem fazer nada. Fica desconfortável para todas as partes?, diz Fabinho. Graças a essa situação, Adrianinho, Samir, Régis Pitbull, Julinho e Juliano se comportam como se fossem políticos acusados de corrupção. Fogem das entrevistas e têm vergonha até dos torcedores. Eles treinam sabendo que não jogarão. Oswaldo não pode dispensá-los e não há clubes interessados. Os salários de todos eles, porém, estão sendo pagos religiosamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.