Corinthians: silêncio sobre contratações

Não é só a dificuldade em contratar jogadores experientes e com bom currículo que atrasa a chegada de novas opções para Oswaldo de Oliveira. Tanto a diretoria quanto a comissão técnica do Corinthians concluíram que é melhor parar de falar sobre o assunto. Constataram que os comentários deixaram desconfortável o ambiente entre o grupo. Muitos atletas que mal tiveram chance de atuar se sentem intimidados pela ameaça de dispensa.E um dos protagonistas do problema foi o próprio treinador. Pegou mal o fato de Oswaldo, logo após a derrota para a Portuguesa Santistas (despedida da equipe do Campeonato Paulista) declarar que gostaria de trabalhar com um elenco menor. Nos dias seguinte bem que o comandante tentou mudar o tom das palavras, mas não teve sucesso. O que ficou no ar foi sua intenção de dispensar 12 ou 13 jogadores.Assim, a ordem no Parque São Jorge é evitar comentários sobre a reformulação da equipe. A idéia é dar tranqüilidade a todos para participarem da intertemporada que a delegação deve fazer a partir da próxima semana. A intenção é passar de 10 a 15 dias em local isolado.BARGANHA - O interesse do São Paulo no volante Fabinho, confirmado nesta quarta-feira pelo atleta, pode facilitar a negociação com o meia Ricardinho, atualmente no Middlesbrough, da Inglaterra. Para liberar o jogador em janeiro, o clube do Morumbi impôs cláusula que o obriga a pagar multa de US$ 1 milhão caso se transferisse para algum clube paulista no prazo de um ano. Porém, o Corinthians tem a opção de não dificultar a saída de Fabinho caso os são-paulinos abram mão do valor.Outro envolvido em conversações é Anderson. O Hannover 96, clube alemão que no ano passado levou o lateral-esquerdo Kléber por empréstimo de um ano, manifestou interesse no zagueiro. Caso as conversas sejam oficializadas, é mais uma oportunidade para os corintianos negociarem a volta do lateral, que não tem sido aproveitado nas últimas rodadas.Enquanto isso, outros três jogadores foram afastados dos treinos por contusão: Édson Araújo, entorse no tornozelo direito, Dinélson, pubalgia, e Moreno, dores na coxa esquerda.

Agencia Estado,

24 de março de 2004 | 20h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.