Corinthians só empata com o Ceará no Estádio do Castelão

Alvinegro paulista fica no 2 a 2 e completa o terceiro jogo sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série B

André Rigue, estadao.com.br

22 de julho de 2008 | 22h25

De time imbatível, o Corinthians colecionou nesta terça-feira sua terceira partida sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. Irregular, o alvinegro paulista empatou com o Ceará por 2 a 2, no Estádio do Castelão, que recebeu o melhor público de todo o campeonato - 51.064 torcedores.   Veja também:  Tabela e classificação do Brasileirão Série B   Dentinho: 'Empate no Ceará tem gosto de vitória'  Bate-Pronto: Corinthians vai sofrer para subir?  Antes do empate contra o Ceará, o time perdeu para o Bahia, por 1 a 0, e empatou com o Santo André, por 1 a 1. Mesmo com outro tropeço, o clube de Parque São Jorge segue líder do campeonato, com 28 pontos - a vantagem sobre os rivais diminuiu um pouco.   No Castelão, o Corinthians teve os retornos do zagueiro Chicão e do atacante Dentinho, que cumpriram suspensão na derrota para o Bahia. Douglas, totalmente recuperado de lesão, começou entre os titulares. Já o Ceará, comandado por Lula Pereira, não pôde contar com Zé Adriano e Chicão.   Mesmo fora de casa, o Corinthians criou as primeiras oportunidades e abriu o placar logo aos 8 minutos. Dedé cometeu falta em Dentinho pelo lado esquerdo. Eduardo Ramos cobrou a falta e a bola sobrou nos pés do próprio Dentinho. Dentro da área, ele só teve o trabalho de bater para o gol e comemorar.   Depois de inaugurar o marcador, o Corinthians começou a controlar o jogo. O Ceará, mais na empolgação do que na técnica, só conseguiu chegar em erros cometidos pelos próprios corintianos. E foi numa falha do sistema defensivo que surgiu o gol de empate.   Aos 14 minutos, Mancuso fez belo cruzamento na área. A defesa do Corinthians parou para fazer a linha de impedimento e o atacante Luiz Carlos ficou livre. Ele dominou e bateu cruzado para o gol, sem chances para o goleiro Felipe - o Castelão explodiu em alegria.   Após o empate, os jogadores do Corinthians ficaram nervosos e os erros aumentaram. Aos 28 minutos, Elias deu um carrinho e Cleisson caiu área. O árbitro Emerson Luiz Sobral marcou pênalti, duvidoso. Luiz Carlos bateu no meio do gol e deu a virada para os cearenses - ele é um dos artilheiros da Série B.   O Corinthians teve a chance de empatar ainda no primeiro tempo. Herrera perdeu duas boas chances. Na primeira delas, aos 33, ele não conseguiu chutar e o goleiro Adilson abafou. Na outra jogada, aos 45, o argentino aproveitou cruzamento de Dênis e cabeceou para fora.   LÁ E CÁ No segundo tempo, Mano Menezes tentou adotar uma nova formação ao colocar Carlos Alberto e Acosta nas vagas de Dênis e Elias. Mas o time continuou irregular. Deu sustos na defesa e perdeu boas chances no ataque, principalmente com Herrera.  Ceará 2 Adilson; Dedé    , Dezinho, André Rancharia e Fábio Vidal; Michel     (André    ), Mancuso     (Alex), Cleisson     e Marcos Paraná (Vavá); Luiz Carlos e Ciel Técnico: Lula Pereira  Corinthians 2 Felipe; Dênis (Carlos Alberto), Chicão    , William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos (Wellington Saci), Elias (Acosta) e Douglas; Dentinho e Herrera Técnico: Mano Menezes Gols: Dentinho, aos 8, e Luiz Carlos, aos 14 e 28 minutos do primeiro tempo; Dentinho, aos 36 minutos do segundo tempo Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)Renda: R$ 679.545,00Público: 51.064 totalEstádio: Castelão, em Fortaleza (CE)   Aos 19 minutos da etapa final, Luiz Carlos recebeu boa bola na área corintiana - novamente livre de marcação. Para a sorte do clube paulista, o artilheiro cearense se atrapalhou e deu tempo para Felipe sair e abafar a jogada.   Quatro minutos depois, foi a vez do Corinthians perder um gol claro. Dentinho recebeu pela direita, mas Adilson desviou. A bola sobrou para Herrera, que soltou uma bomba. O goleiro do Ceará conseguiu espalmar - foi a defesa mais bonita da partida.   Se o Corinthians pagou pelos erros no primeiro tempo, o Ceará fez o mesmo na etapa final. Aos 36 minutos, André Rancharia falhou ao tentar cortar a bola. Dentinho agradeceu e estufou as redes de Adilson - foi o quinto gol dele na Série B.   O Corinthians ainda tentou pressionar, mas não teve forças para virar. Agora, o time tentará quebrar a "seqüência sem vitórias" neste sábado, contra o Paraná Clube, no Durival de Brito - o clube paranaense venceu nesta terça-feira o Grêmio Barueri por 1 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.