Corinthians só joga no Itaquerão em 2015, diz Andrés

Fevereiro de 2015, sete meses após o fim da Copa do Mundo e um ano e dois meses depois da entrega do estádio. Esta é a previsão para que o Corinthians comece a jogar no Itaquerão. Foi feita na manhã desta quinta-feira por Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e agora responsável pelas obras da arena. O motivo são as adaptações que precisarão ser feitas depois que o estádio for liberado pela Fifa, após o Mundial.

ALMIR LEITE, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 15h09

Para Andrés, este é um exemplo do prejuízo que o Corinthians terá por ter assumido o compromisso de fazer do Itaquerão o local dos jogos em São Paulo pela Copa do Mundo - o mais importante deles será o de abertura da competição.

"A Copa representa para o Corinthians um prejuízo, mas como concordamos em fazer...", disse, durante visita às obras junto com o governador Geraldo Alckmin, o prefeito Fernando Haddad e o ministro Aldo Rebelo.

A demora para o Corinthians usar a sua própria casa tem uma explicação: depois da Copa, haverá a retirada dos 20 mil lugares provisórios que serão instalados para receber a abertura do Mundial. Alguns camarotes serão transformados em banheiros, entre outras obras.

"Se não mexerem mais em nada, que não vamos deixar, o Corinthians só joga aqui em fevereiro de 2015", previu Andrés. E quem vai pagar a conta dessa readequação? "Isso eu não sei, só sei que não será o Corinthians."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.