Corinthians só pensa na Libertadores

Santos, Grêmio e Boca Juniors. A comissão técnica do Corinthians elegeu, após as primeiras rodadas, esses três times como os concorrentes na briga pela conquista da Copa Libertadores, único título expressivo que ainda não aparece no currículo do clube. A ordem, a partir desta segunda-feira, é esquecer a vitória sobre o São Paulo por 3 a 2, no sábado, e o 25º título paulista, para manter as atenções na competição continental. Afinal, os corintianos sabem que a Fiel quer, mais do que tudo, o troféu da Libertadores e que o Paulista serviu como um bom "aperitivo".Os esforços para alcançar a inédita conquista não se limitam a contratações e a bom planejamento. Os dirigentes chegaram a adquirir o aparelho GO2 Altitude, de origem russa, que simula altitudes elevadas para que os jogadores "sintam" o ambiente que vão enfrentar na Cidade do México e em La Paz. A máquina já foi utilizada com os atletas, que deverão sentir os efeitos na quarta-feira, quando o time enfrenta o Cruz Azul, na capital mexicana.O técnico Geninho e a diretoria têm consciência de que chance como essa para ganhar a Libertadores não aparecerá tão cedo. Dos tradicionais argentinos, apenas o Boca Juniors surge como uma ameaça. O River Plate começou mal o torneio e terá dificuldades para avançar à segunda fase. O Cruz Azul, que poderia representar perigo, decepcionou. "Esperava que eles viessem com força, mas tiveram problemas", analisou o treinador do Corinthians. O Grêmio, embora esteja quase classificado, vive má fase e o único grande rival, se não houver surpresas, será o Santos.Esse excesso de favoritismo, dado pela mídia e pelos torcedores, preocupa a diretoria do Corinthians, pois aumenta a pressão sobre o grupo. Por isso, o vice-presidente de futebol do clube, Antônio Roque Citadini, procura desviar as atenções e minimizar a importância da competição. "A Libertadores é importante, vamos ganhar umas três vezes nesta década, mas não é essa reunião celestial que pregam", afirmou, neste domingo, enquanto assistia ao teipe de Corinthians x São Paulo.Embora o Corinthians tenha um elenco forte, os dirigentes vão contratar pelo menos mais um atacante para o restante da Libertadores. O clube tem o direito de inscrever novos jogadores até o fim da primeira fase. O reforço chegará para o lugar de Lucas, contundido. "A comissão técnica vai nos entregar, nesta semana, uma lista com três nomes", contou Citadini. Um dos que agradam é o jovem Fred, do América-MG.A delegação viaja nesta segunda-feira para a Cidade do México e só treina na terça. Um empate contra o Cruz Azul garante a classificação para as oitavas-de-final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.