Corinthians só pensa na Mercosul

O técnico Vanderlei Luxemburgo não quer que o Corinthians viva do passado. A vitória sobre o Santos por 2 a 0, domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro tem de ser esquecida. O treinador quer o time já preocupado com o jogo contra o Universidad Católica, quarta-feira, às 21h40, pela Copa Mercosul. A equipe chilena venceu a primeira partida por 2 a 1, quarta-feira, em Santiago, por isso precisa só do empate para chegar à classificação. Ao Corinthians resta vencer por um gol de diferença, para provocar a decisão nos pênaltis, ou por dois para obter a vaga no tempo normal. "Portanto, temos pela frente uma partida decisiva e difícil. Não adianta nada ficar falando da vitória sobre o Santos. Isso ficou para trás. O resultado foi ótimo, deu moral para a equipe, incentivou a torcida, mas acabou", disse Luxemburgo, que não quer nem analisar as chances matemáticas que sua equipe tem para tentar a classificação na competição nacional. O motivo que levou o treinador a evitar a repercutir hoje a vitória sobre o novo time de Marcelinho tem uma explicação: contra o Universidade Católica, Luxemburgo terá de escalar a equipe que estava irregular no Brasileiro, sem César Sampaio, Dida e Renato, que não estão inscritos na Mercosul. No gol o treinador terá de escalar Doni, porque Rubinho, o reserva imediato de Dida, está com lombalgia, por isso ficará fora da partida. Luxemburgo pode escalar novamente uma equipe ofensiva, com três atacantes, como ocorreu no clássico na Vila Belmiro. Mas ao contrário de Luxemburgo, os jogadores ainda hoje curtiram a vitória sobre o Santos. Deivid era um dos mais empolgados. Ele admitiu que fez sua melhor atuação com a camisa do Corinthians. "Mostrei que não sou aquilo que andavam falando de mim", disse o atacante, referindo-se às críticas que havia recebido desde que chegou ao Parque São Jorge. Luizão, um dos destaques do Corinthians na vitória de domingo, garantiu que a cada jogo melhora sua condição física e técnica, depois de ter ficado cerca de cinco meses fora do futebol, por causa de uma cirurgia no joelho direito. "Quero voltar logo para a seleção", disse Luizão que lamentou o fato de o treinador ter que mudar a escalação do time para quarta-feira. A diretoria confirmou a promoção nos ingressos para o jogo contra o Universidad Católica. A arquibancada atrás do gol da entrada do estádio e o tobogã, custará R$ 5,00 e R$ 3, 00 para estudantes; arquibancada central, R$ 15,00 e R$ 8,00 estudantes. Numeradas, R$ 25,00 e R$ 10,00 para criança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.