Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Corinthians sofre com jejum de vitórias como visitante

Com a derrota para o Grêmio no domingo, já são nove jogos sem triunfos fora de casa; Mano preocupado

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2009 | 19h30

Campeão do Paulistão e da Copa do Brasil, o Corinthians também tem seus problemas. No momento, a maior dor de cabeça do técnico Mano Menezes é o aproveitamento do time como visitante. Com a derrota para o Grêmio no último domingo, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, os corintianos já somam nove jogos sem vitória fora de casa.

Veja também:

linkCorinthians x Palmeiras será em Presidente Prudente

linkElias pega suspensão e Mano é absolvido no STJD

linkAndré Santos pede mudança de atitude contra Sport

linkCristian quer Corinthians cuidadoso contra o Sport

linkCorinthians espera ter aprendido lição com derrota no Sul

linkJOGO - Leia como foi Grêmio 3 x 0 Corinthians

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Temos de ter uma postura diferente", cobrou Mano Menezes, irritado com o que viu no jogo do último domingo em Porto Alegre. "Temos de esquecer a Copa do Brasil e saber jogar o Brasileiro. Agora é diferente", reconheceu o volante Elias, consciente de que o time corintiano ainda precisa se adaptar ao formato da competição.

 

Na conquista do título da Copa do Brasil, o Corinthians se aproveitava do gol fora de casa para avançar de fase ou até mesmo erguer a taça, como fez nos empates diante de Fluminense (2 a 2), Vasco (1 a 1) e Internacional (2 a 2). Mas agora a situação é diferente, pois o Brasileirão é um campeonato por pontos corridos.

 

Assim, para fazer boa campanha no Brasileirão, o Corinthians precisa ganhar também fora de casa, algo que não acontece desde a primeira partida da decisão do Paulistão, no dia 26 de abril, quando venceu o Santos por 3 a 1 na Vila Belmiro. Ou seja, há quase três meses a torcida corintiana não comemora uma vitória como visitante.

 

Desde então, foram nove jogos como visitante, sendo quatro derrotas (duas vezes para o Atlético-PR, além de Santos e Grêmio) e cinco empates. No ano, o Corinthians conseguiu ganhar fora de casa apenas sete vezes. Contra adversários de expressão, bateu apenas São Paulo (2 a 0 no Morumbi) e o próprio Santos. No mais, ganhou de rivais pequenos.

 

Nesta segunda-feira, na volta da delegação corintiana para São Paulo, o discurso era que a derrota por 3 a 0 para o Grêmio foi apenas um "acidente de percurso". "Não somos o melhor time do mundo e sabíamos que uma hora a derrota viria", disse o lateral-esquerdo André Santos, projetando reação na quinta, contra o Sport, no Pacaembu.

 

"Precisamos mostrar uma atitude diferente", avisou André Santos. Enquanto isso, Elias lembrou que a ausência dos dois zagueiros titulares atrapalhou bastante o time em Porto Alegre. "Não foi predominante para perdemos a partida, mas é complicado jogar sem Chicão e William. O pessoal não tem a mesma experiência de posicionamento", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.