Corinthians sofre, mas vence o São Caetano pela Copa do Brasil

Equipe do técnico Mano Menezes joga pelo empate, na partida de volta, para se classificar às semifinais

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

06 de maio de 2008 | 22h56

Contando mais uma vez com o apoio de sua torcida, o Corinthians venceu o São Caetano por 2 a 1 na noite desta terça-feira, no Morumbi, na primeira partida válida pelas quartas-de-final da Copa do Brasil.Veja também: Calendário / Resultados Ouça os gols da vitória do Corinthians - transmissão Eldorado/ESPN - AM 700  Mano Menezes exalta reação do CorinthiansCom o resultado, o Corinthians joga por um empate na partida de volta, que acontece na próxima terça-feira, às 20h30, em Ribeirão Preto, uma vez que o mando é do São Caetano, que não conta com o seu estádio, o Anacleto Campanella, que está interditado. 1 a 0 dá a vaga ao time do técnico Pintado.Animado com o futebol apresentado na goleada por 4 a 0 diante do Goiás, que garantiu a classificação da equipe, o técnico Mano Menezes manteve a escalação para encarar o São Caetano que, claramente, entrou em campo com a missão de explorar os contra-ataques, o que fez durante os primeiros 20 minutos, mas sem êxito na hora de concluir.Diante de uma marcação bem aplicada, o Corinthians não conseguia criar boas jogadas, a não ser por Dentinho e Lulinha, que caiam pela direita e esquerda em busca de cruzamentos. Assim, o time do Parque São Jorge conseguiu uma boa vantagem com a expulsão do lateral Wilton Goiano, aos 34 minutos.  Corinthians 2 Felipe; Carlos Alberto, Chicão    , William e André Santos; Fabinho, Perdigão     (Eduardo Ramos), Lulinha     e Diogo Rincón     (Acosta); Herrera e Dentinho Técnico: Mano Menezes  São Caetano 1 Luiz; Wilton Goiano    , Lino, Leonardo e Rodrigo Ninja; Daniel, Galiardo, Glaydson     e Rafinha     (Neto Gaúcho); Luan     e Tuta (Assis    ) Técnico: Pintado Gols: Herrera, aos 22; Luan, aos 38; e Herrera, aos 41 minutos do segundo tempoÁrbitro: Rodrigo Braghetto (SP)Renda: R$ 494.185,00Público: 46.365 totalEstádio: Morumbi, em São PauloMesmo com um jogador a mais, o time do técnico Mano Menezes nada fazia para abrir o placar. Irritado, o treinador resolveu mudar para a segunda etapa ao promover a estréia de Eduardo Ramos, na vaga de Perdigão, e Acosta, no lugar de Diogo Rincón.As alterações surtiram efeito e o Corinthians passou a pressionar o adversário, criando boas jogadas para marcar seu gol, o que aconteceu aos 22 minutos, quando Lulinha, realizando um boa partida, roubou a bola pela direita e cruzou para o cabeceio de Herrera, que contou com a falha do goleiro Luiz.O São Caetano, no entanto, quase estragou a festa corintiana aos 38 minutos, quando chegou ao empate através de um contra-ataque concluído por Luan. O goleiro Felipe ainda tocou na bola, mas não evitou o gol. "O São Caetano sempre complica para nós. Com o empate, aquele filme sobre as derrotas do time para eles apareceu na minha cabeça", disse Felipe.O filme, desta vez, teria um final feliz para torcida alvinegra, que continuou a empurrar o time, que respondeu logo aos 41 minutos. Dentinho, outro destaque do time, desceu pela esquerda e cruzou para mais um cabeceio de Herrera que, aos poucos, começa a marcar seus gols e ratificar sua condição de titular do time.TRIO OFENSIVOAos poucos, o meia Lulinha reconquista seu espaço na equipe. Nesta quarta, o jogador atacou pelos dois lados e foi o fiel companheiro de Dentinho na armação das jogadas. Os dois, inclusive, foram deram as assistências para os gols de Herrera."Estou feliz com minha atuação. Estou mais solto e confiante e começo a jogar com mais facilidade", disse Lulinha.´Outro ovacionado pela torcida, Dentinho, preferiu elevar o jogo de seus companheiros."A equipe jogou bem diante do São Caetano. O Lulinha ajudou muito e o Herrera jogou muito bem. Hoje, ele mostrou que sabe fazer gols", comentou o atacante, refutando o rótulo do atacante argentino, chamado outrora de "quase gol".

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansSão CaetanoCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.