Corinthians sofre virada e perde para o Botafogo por 2 a 1

Alvinegro paulista ainda fica sem quatro jogadores para o jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil

André Rigue, estadao.com.br

20 de maio de 2008 | 22h25

Com um gol nos minutos finais, o Corinthians perdeu na noite desta terça-feira para o Botafogo por 2 a 1, no Estádio Engenhão, na primeira partida entre as equipes pelas semifinais da Copa do Brasil - o vencedor pega o ganhador de Vasco e Sport na final.  Veja também Calendário e resultados da Copa do Brasil   Bate-Pronto: Botafogo está com a faca e o queijo na mão Mano para Luxemburgo: 'Peru de fora não dá opinião' Com o resultado, o Corinthians agora precisa vencer por 1 a 0 para se classificar, na próxima semana, em São Paulo. Se fizer 2 a 1, a vaga será definida nos pênaltis. Vitória por 3 a 2 em diante dá a vaga para o Botafogo. Este foi o encontro de número 90 entre as equipes. O Corinthians, que busca o terceiro título na Copa do Brasil (venceu em 1995 e 2002), venceu 33 vezes. Já o Botafogo, que nunca foi campeão, ganhou 39 com a vitória desta terça. O Corinthians começou mais ousado, com um meio-campo formado com Lulinha, Diogo Rincón e Eduardo Ramos - muitos esperavam pela entrada de Nilton. Já o Botafogo sofreu com os desfalques. O goleiro Castillo, machucado, deu lugar a Renan. Leandro Guerreiro ocupou a vaga do suspenso Diguinho, enquanto Eduardo entrou no lugar de Triguinho. Animado pelo apoio dos torcedores, o Botafogo começou com tudo e só não abriu o placar por causa de Felipe. Aos sete minutos, o goleiro corintiano fez uma defesa espetacular ao pegar o chute do atacante Wellington Paulista, que saiu na cara do gol depois de uma falha de Eduardo Ramos. Wellington Paulista, artilheiro do time na temporada, perdeu pelo menos mais duas boas chances. Como castigo, o atacante viu o Corinthians abrir o marcador aos 22 minutos. Em contra-ataque, o argentino Herrera enfiou ótimo passe para Carlos Alberto, que tocou na saída de Renan, indefensável. Na temporada, o Botafogo vive o drama de "amarelar" nas decisões. E depois do gol de Carlos Alberto, o time entrou em pane e por pouco não foi para o intervalo com uma desvantagem maior. Para complicar ainda mais, a torcida passou a vaiar e a cobrar empenho e raça do time.  Botafogo2Renan; Alessandro    , Renato Silva, André Luís e Eduardo; Leandro Guerreiro, Túlio    , Lúcio Flávio e Zé Carlos (Fábio); Jorge Henrique     e Wellington Paulista     (Alessandro)Técnico: Cuca Corinthians1Felipe; Carlos Alberto    , William, Chicão e André Santos    ; Fabinho    , Eduardo Ramos, Diogo Rincón (Acosta) e Lulinha     (Fábio Ferreira    ); Dentinho e Herrera (Alessandro)Técnico: Mano MenezesGols: Carlos Alberto, aos 22 minutos do primeiro tempo; Lúcio Flávio, aos 9, e Jorge Henrique, aos 43 minutos do segundo tempo Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (FIFA/RS)Renda: R$ 540.500,00Público: 30.737 torcedoresEstádio: Engenhão, no RioHERÓI E VILÃONo segundo tempo, todos esperavam que o Botafogo sofresse com a pressão, mas não foi isso o que aconteceu. Cuca deu uma sacudida nos vestiários e os jogadores voltaram decididos a mudar o placar. Logo a um minuto, Lúcio Flávio quase empatou em cobrança de falta venenosa. Todavia, o então herói Carlos Alberto tratou de dar uma forcinha ao Botafogo. O jogador derrubou Jorge Henrique na área aos 9 minutos. Gaciba marcou pênalti. Lúcio Flávio, especialista em bolas paradas, não perdoou e guardou a bola no fundo das redes de Felipe. Depois do gol, a torcida voltou a apoiar o Botafogo. O time carioca passou a dominar o jogo e criou chances para virar. O Corinthians, por sua vez, tentou segurar, mas não conseguiu. Aos 43 minutos, Alessandro cruzou na área, a defesa falhou e Jorge Henrique completou para o fundo das redes. DESFALQUESO saldo no Engenhão não foi bom para o Corinthians. Para a partida da próxima semana, o técnico Mano Menezes não poderá contar com quatro importantes jogadores, que receberam o segundo cartão amarelo: André Santos, Carlos Alberto, Fabinho e Lulinha - o último levou uma bronca do técnico ainda no banco de reservas. O Bota não terá Túlio e Alessandro.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCopa do BrasilBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.