Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Corinthians tem a quarta baixa no elenco com saída de Paulo André

Zagueiro é mais um campeão do mundo que deixa clube neste início de ano. Clube quer atacante jovem

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - O mau momento que vive o Corinthians fez com que mais um jogador deixasse o clube, acentuando a reformulação no elenco. Paulo André acertou ontem com o futebol chinês. Antes dele, já tinham saído Ibson, Douglas e Alexandre Pato. A saída desses jogadores está no contexto da crise com a torcida, que culminou com a invasão no CT no dia 1.º de fevereiro.

O processo de renovação de elenco começou com a troca de comando. Tite deu lugar a Mano, o que comprovou que o ciclo do grupo campeão do mundo havia chegado ao fim.

Em comum, a saída desses jogadores também tem relação com situação financeira do clube. O presidente Mário Gobbi quer reeditar a estratégia feita em 2008 com Mano Menezes, a de contratar atletas bons e baratos. A diferença, porém, é que naquele época o time vivia um outro momento, disputando a Série B. A exigência era outra.

“O Tite saiu, chegou o Mano e não tivemos um bom desempenho, a mudança deveria ter ocorrido no início do ano, é um ciclo que se termina”, afirmou ontem Paulo André na sua despedida. “Foram cinco anos que mudaram a minha vida e eu melhorei em todos os aspectos.”

O zagueiro vai jogar no Shanghai Shenhua, da China. Segundo ele, a proposta financeira era irrecusável, embora a invasão dos torcedores do CT tenha pesado na decisão de deixar o clube. “Essa questão não foi preponderante, mas há, sim, um quê de importância”, afirmou.

Na busca por novos jogadores que se enquadram na categoria do “bom e barato”, o meia Luciano, que estava no Avaí, é um dos que estão sendo analisados pela diretoria.

Luciano tem apenas 20 anos e assinou a rescisão contratual com o clube catarinense. No site do clube, uma nota oficial afirmou que o jogador teve seus direitos econômicos vendidos e ele irá atuar numa equipe do “Estado de São Paulo.”

O Corinthians não confirma o negócio, apenas admite que ainda procura um atacante para repor a saída de Pato. Outro exemplo que rendeu uma boa economia ao clube foi a saída de Ibson para a chegada de Bruno Henrique, que ainda não estreou.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansTiteMano Menezesfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.