Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians tenta afastar pressão e ameaça de queda contra o Vasco

Equipe recebe o rival carioca em jogo decisivo para evitar risco do rebaixamento; torcida protesta e exige reação imediata do time

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2018 | 05h00

Três rodadas sem vitórias tornaram o que parecia ser um final de ano tranquilo em preocupação para o Corinthians. Neste sábado, o duelo com o Vasco, às 19h, em Itaquera, tinha tudo para ser apenas mais um jogo em casa e, no máximo, ter como atrativo a aspiração para brigar por vaga na Libertadores. Porém, a falta de resultados de ambos os times – os cariocas também estão mal – dá à partida ares de uma decisão em que o derrotado passará a ver o fantasma da Série B como algo mais próximo

Jogadores e comissão técnica do Corinthians tentam minimizar e garantem não temer o rebaixamento. Jair Ventura já assegurou que o time não cai e Cássio afirmou que não pensa em tal possibilidade. Mas a torcida não está tão confiante assim. Na sexta-feira, enquanto os atletas faziam o último treino antes da partida, centenas de torcedores foram até a porta do CT Joaquim Grava protestar e, com palavras de ordem, cobraram a diretoria e pediram reação imediata da equipe. 

O Corinthians começa a rodada com 40 pontos, três a mais do que a Chapecoense, melhor time no Z-4. Existe possibilidade de a equipe entrar na zona da degola nessa rodada, mas é remota, meramente matemática: teria de perder e Sport, Ceará e Chapecoense vencerem, mas os catarinenses precisariam tirar grande diferença no saldo de gols (Corinthians tem zero e a Chape -15).

“Seria difícil se dependesse de outras equipes, mas o Corinthians depende apenas de si. Vem de derrota, empate num clássico, mas dependemos de nós mesmos. Temos totais condições de conseguir os pontos. Agora é focar no Vasco e na vitória”, disse o goleiro Cássio.

Para aumentar ainda mais o desafio, o principal articulador de jogadas corintianas deve ser desfalque. Jadson não treinou ontem, por causa de dores no joelho direito, e deve ficar fora. Douglas, suspenso, Carlos (com a seleção brasileira sub-20) e Romero (seleção paraguaia) são desfalques. 

No Vasco, sobram problemas. Martin Silva está com a seleção uruguaia, Giovanni Augusto não pode atuar por pertencer ao Corinthians, o volante Willian Maranhão está suspenso e Breno, Ramon, Lenon, Bruno Silva, Marcelo Mattos, Rildo e Caio Monteiro estão machucados.

FICHA TÉCNICA

Corinthians: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Thiaguinho; Pedrinho, Clayson e Mateus Vital; Danilo. Técnico: Jair Ventura.

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Henríquez, Leandro Castán e Henrique; Raul e Andrey; Thiago Galhardo, Yago Pikachu e Kelvin; Andrés Rios. Técnico: Alberto Valentim.

Juiz: Wilton Pereira Sampaio (GO).

Local: Arena Corinthians, em São Paulo. 

Horário: 19h. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.