Corinthians tenta arrumar recursos para buscar reforços

Empresa Turbo Sports pode realizar novos investimentos no clube e ajudar na busca por jogadores

Marcel Rizzo e Vítor Marques - Jornal da Tarde,

29 de outubro de 2008 | 19h11

A Turbo Sports, empresa que adquiriu 40% dos direitos econômicos sobre o lateral-esquerdo André Santos, pretende realizar novos investimentos no Corinthians para aquisição de reforços e renovação de contrato de jogadores do elenco. O foco são jogadores com potencial de venda para o exterior, como o caso de André Santos, um dos eleitos para concorrer ao prêmio de craque da Série B.Veja também:Eleição do melhor da Série B tem dois jogadores do CorinthiansCorinthians volta a treinar depois de amistoso em CuiabáEspecial: em três anos, clube acumula altos e baixos TV Estadão: O que acontecerá com o Corinthians em 2009?Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Com dívidas que beiram os R$ 100 milhões, o Corinthians está com dificuldades para renovar o contrato do argentino Herrera, além de ter de pagar cerca de R$ 6 milhões ao Vasco para ficar em definitivo com o meia Morais, no meio do ano. Nesta quarta-feira, o clube informou em nota oficial que vai buscar reforços para 2009 "sem cometer loucuras ou megalomania", e que a crise financeira mundial provoca "falta de recursos para investimentos"."O ideal seria que o Corinthians não necessitasse de parcerias, mas a realidade financeira é outra", afirma o vice-presidente de futebol Mário Gobbi. Entre Herrera e Morais, o ex-vascaíno se encaixaria mais no perfil de investimento da Turbo Sports. É jovem, 23 anos, e nunca atou na Europa, ao contrário do argentino, que teve passagem apagada no futebol espanhol.O contrato de Morais termina em junho, quando o clube estará disputando as primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. A multa rescisória do jogador está estipulada em US$ 3 milhões (R$ 6,3 milhões), valor considerado alto para os padrões de investimento do Corinthians.Por motivo semelhante, o clube deixará de renovar o contrato do meia Diogo Rincón, de 27 anos. O empréstimo do atleta vence em dezembro e o Dínamo de Kiev pede US$ 4 milhões, mas o jogador, que chegou como titular, está terminando o ano na reserva.IMPASSEJá a situação de Herrera entrou num impasse. O Corinthians acertou um valor de US$ 2,4 milhões com o empresário do atleta. As partes discutem cotação do dólar e o parcelamento. Parte da diretoria é contra pagar esse valor por Herrera, que deve ser reserva em 2009 caso o clube contrate um atacante de peso.Na noite desta quarta-feira, o presidente Andrés Sanchez e o diretor técnico Antônio Carlos embarcariam para a Europa com o objetivo, entre outros, de contratar jogadores para a próxima temporada. Na lista, estão os atacantes Liedson, do Sporting, e Deivid, do Fenerbahçe, ambos com passagem pelo Corinthians há alguns anos.Além disso, a diretoria também mira jogadores mais baratos que possam compor o elenco. Um desses casos foi um desconhecido atacante para os paulistas, mas famoso no Rio Grande do Sul. Vitor Hugo, 26 anos, foi artilheiro do Gauchão de 2007 pelo Veranópolis, com 13 gols. Mano se lembrou dele e o indicou. O jogador estava no futebol grego, mas há dez dias fechou com o Caxias para a temporada 2009. Antonio Carlos sondou com os gaúchos a possibilidade de ficar com o jogador assim mesmo, mas o negócio está parado.Com acesso garantido por antecipação e muito perto de confirmar a conquista do título, o Corinthians tem sido, disparado, o melhor time da Série B do Brasileiro. No entanto, tem apenas dois nomes na lista dos 10 candidatos ao prêmio de melhor jogador do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.