Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Corinthians tenta confirmar melhor campanha no geral

Sem Ronaldo, equipe alvinegra enfrenta o Independiente Medellín, às 21h50, no Pacaembu

Vitor Marques, Agência Estado

22 de abril de 2010 | 08h33

O Corinthians começa a definir nesta quinta-feira o seu futuro na Libertadores. Não em termos de classificação, porque o time já tem sua vaga nas oitavas de final assegurada. Mas desde a escolha do rival da próxima fase até o caminho que fará até a sonhada final, em agosto, passa pelo jogo contra o Independiente Medellín, às 21h50 (de Brasília, com transmissão do estadao.com.br e da rádio Eldorado/ESPN), no Pacaembu, no encerramento do Grupo 1.

Apesar dos resultados da rodada de quarta-feira, ainda não é possível ter uma ideia clara do próximo adversário corintiano. Vencendo o Independiente Medellín e confirmando o primeiro lugar na classificação geral, a única certeza é a de que o Corinthians vai enfrentar o pior segundo colocado da fase de grupos.

Existe, porém, uma possibilidade: a de o Corinthians "escolher" seu próximo rival, podendo empatar ou perder o jogo de propósito para, teoricamente, duelar contra uma equipe mais fácil. Mas isso é um assunto que não agrada ao técnico Mano Menezes, contrário a qualquer chance de manipulação ou de forçar um resultado.

"Essa escolha não nos pertence. O que poderíamos escolher é a nossa classificação. E nós trabalhamos para ter a melhor campanha", afirmou o treinador do Corinthians. Ou seja: ele quer a vitória nesta quinta-feira para sacramentar a primeira colocação na classificação geral da fase de grupos da Libertadores, o que dá a vantagem de decidir os confrontos eliminatórios em casa até a final.

Para o jogo desta quinta-feira, Mano Menezes abriu mão de seu maior astro, Ronaldo. Ele vai ser poupado para que possa treinar mais e estar um pouco melhor fisicamente nas oitavas de final. "Ele é o titular da camisa 9 mesmo quando as coisas não estejam tão bem. Mas ele não joga com o nome. Com essa parada ele vai dar um salto e voltar a ser mais decisivo", avisou o treinador.

CORINTHIANS - Júlio César; Moacir, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo; Dentinho e Iarley. Técnico: Mano Menezes. 

INDEPENDIENTE MEDELLÍN - Bobadilla; Calle, Anselmo, Jiménez e Valencia; Restrepo, Ortiz, Moreno e Barahona; Pardo e Valoyes. Técnico: Leonel Alvarez.

Árbitro: Federico Beligoy (ARG).

Horário: 21h50 (de Brasília).

TV: SporTV.

Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3.

Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.