Corinthians tenta primeira vitória no Paulistão

Diante do Bragantino, time de Mano Menezes tenta se recuperar do empate na estreia

Giuliander Carpes, O Estado de S. Paulo

25 de janeiro de 2009 | 09h50

SÃO PAULO - Ninguém no Parque São Jorge ousaria contrariar o que diz o técnico Mano Menezes e considerar o Corinthians favorito ao título do Campeonato Paulista. Ao menos enquanto a competição não segue por mais algumas rodadas. Mas o time alvinegro não esperava tanta dificuldade na estreia - empatou, no Pacaembu, apenas aos 43 minutos do segundo tempo com o Barueri, por 2 a 2. Se um começo de campeonato eficiente, "para ter gordura para queimar na parte final", é o que Mano quer, o tropeço na primeira rodada força o time a vencer o Bragantino, às 17 horas, em Bragança Paulista. "Temos a obrigação de vencer nossas partidas em casa", enfatizou o atacante Jorge Henrique. "Como não conseguimos na estreia, vai ter de ser agora." O confronto terá cobertura do estadao.com.br. Veja também: Ronaldo faz surpresa e vai a ensaio da GaviõesEspecial: as armas dos times para o Paulistão 2009 Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoDesta vez, o Corinthians vai para a partida vacinado. Mesmo com o discurso de que não era favorito, é inevitável admitir que a equipe via com naturalidade uma vitória no primeiro confronto. "Esperávamos um jogo mais fácil", reconheceu Jorge Henrique. E, mesmo sem Ronaldo, o time que manteve a base de 2008 é considerado forte quando completo."Tivemos uma boa preparação, mantivemos a base do ano passado, contratamos peças que nos deram mais opções", constatou Mano Menezes. "Quando tudo isso acontece, é mais difícil alguma coisa dar errado", prosseguiu, confiante. "Mas, se não iniciarmos bem, vai ser difícil."É por isso que o jogo desta tarde é chave para as pretensões corintianas na competição, mesmo ainda no começo do campeonato. Mano lembra das dificuldades do Paulista de 2008, quando o time demorou para se acertar, perdeu muitos pontos nas rodadas iniciais e jogou todas as suas fichas na partida final da primeira fase, contra o Noroeste, em Bauru. Resultado: perdeu e o treinador enfrentou sua primeira decepção no comando do Corinthians.Mesmo quando a prioridade do clube na temporada é uma vaga à Taça Libertadores, o Paulista tem sua importância. Principalmente porque no campeonato deverá ser a estreia de Ronaldo. Ninguém, nem o próprio jogador, sabe em que condições voltará a atuar. A competição deve servir como laboratório para os troféus prioritários do ano: a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.Mas antes há o Bragantino. E a equipe que recebe o Corinthians iniciou o Paulista com vitória por 4 a 2 sobre o Botafogo, em Ribeirão Preto. Bom teste para a ainda insegura defesa corintiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.