Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Corinthians tenta superar desfalques contra o vice-líder Atlético-MG

Mateus Vital e Jô se tornaram baixas de última hora após terem testado positivo para coronavírus; Fábio Santos, Otero, Cazares e Xavier também estão fora

João Prata, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2020 | 05h00

O Corinthians vem de uma boa sequência no Campeonato Brasileiro, mas terá de superar uma série de desfalques para vencer o Atlético-MG hoje, às 19h, na Neo Química Arena, pela 21ª rodada da competição.

O time paulista não perde há três jogos, com duas vitórias (Vasco e Inter) e um empate (Atlético-GO). Para encarar o vice-líder, o técnico Vagner Mancini não contará com Mateus Vital e Jô, que estão com coronavírus. Também não terá Fabio Santos e Otero por questões contratuais - o venezuelano já ficaria fora porque está com a seleção de seu país. Ainda desfalcarão a equipe o volante Xavier, suspenso, e Cazares, lesionado. 

Os recém-contratados Jemerson e Jonathan Cafú estavam sem jogar e precisam retomar o preparo para ser relacionados. O centroavante Boselli é dúvida, pois se recuperou recentemente de uma pubalgia.

As baixas dão mais uma oportunidade para o meia Luan seguir entre os titulares - ele começou em campo na última partida, mas vinha ficando no banco. Mancini disse que tem conversado com o jogador e acha que ele tem evoluído. 

“Todos assistimos a jogos belíssimos dele no Grêmio, sabemos que é um atleta capacitado. Se não está desempenhando, alguma coisa tem. Às vezes, a confiança leva tempo. Talvez o tempo tenha se excedido, e por isso o aborrecimento das pessoas. E também é do Luan. Já conversamos, ele está tranquilo. O fundamental é entender que ele não vai reverter tudo em 90 minutos”, declarou.

Para o treinador, o jogador tem que se adaptar ao novo momento do futebol. “Ele vai refazendo aos poucos a imagem que tinha, isso leva tempo, não é só num jogo. É um atleta técnico, que joga com a bola nos pés e que precisa entender que o futebol mudou um pouco, não é tão romântico, é mais tático. A bola no pé te expõe ao erro num jogo de cada dia menos erros. Quando você começa a entender o jogo, muda sua maneira de atuar, e isso é fundamental para ele. Tem que equilibrar.”

O mesmo conselho, segundo Mancini, serve para Cantillo, que chegou com status de titular absoluto e perdeu a posição durante a temporada. “Falei que o Cantillo tem muita bola e precisa melhorar na marcação para ter mais equilíbrio. O Luan precisa mostrar que a sede que ele tem pela bola, ele tem para recuperá-la. É um processo lento, mas vai acontecer. Fiz um mês de Corinthians e pude ver uma melhora do Luan.”

Do outro lado, o Atlético-MG, além de estar a um ponto da liderança, chega embalado após golear o Flamengo por 4 a 0 na última rodada. 

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS X ATLÉTICO-MG

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Lucas Piton; Gabriel, Cantillo (Camacho) e Luan; Everaldo, Ramiro e Davó. Técnico: Vagner Mancini

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver, Igor Rabello e Guilherme Arana; Allan, Nathan (Hyoran) e Zaracho; Eduardo Vargas, Keno e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.

ÁRBITRO: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).

LOCAL: Neo Química Arena.

HORÁRIO: 19h.

NA TV: Pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.