Corinthians terá Alessandro, Gil e Jô

A lista de dispensas do Corinthians pode ganhar novos nomes na segunda-feira. Depois de Váldson, Rodrigo e Marcelo Ramos, que já foram desligados do grupo, outros quatro jogadores correm sério risco de perder o emprego no Parque São Jorge: os atacantes Alessandro e Alberto, o zagueiro Filipe Alvim e o lateral-esquerdo Zé Carlos."Não sabemos quem vai ser a próxima vítima", sintetizou o atacante Alessandro, que treinou no time titular nesta quinta-feira e deverá enfrentar o Vasco no sábado, às 18h10, no Pacaembu.Além dos jogadores que completarão a lista dos dispensados, no mesmo dia o clube deverá anunciar a relação dos atletas que terão as férias antecipadas se o time garantir matematicamente a classificação para a Copa Sul-Americana com uma vitória sobre o Vasco."Ouvi falar alguma coisa sobre isso, mas não podemos perder o foco", avisou o volante Fabinho. "Nosso objetivo é vencer o Vasco e colocar o Corinthians na Copa Sul-Americana. Feito isso, aí sim na segunda-feira a gente pode sentar e conversar sobre as férias."O técnico Tite, que não conversou com os jornalistas nesta quinta-feira, mais uma vez terá problemas para escalar sua equipe. Como se não bastasse o elenco reduzido com as dispensas de Váldson, Marcelo Ramos e Rodrigo, dois jogadores estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo: Betão e Fábio Baiano.Tite está sendo obrigado a relacionar para a reserva jogadores até então desconhecidos, como o zagueiro Bebeto, que veio do Santa Cruz, e alguns atletas das categorias de base, como o lateral-esquerdo Roni e o meia Carlão.No time que treinou como titular os nomes já são mais conhecidos. Embora Tite tenha escalado três atacantes no coletivo desta quinta-feira, na prática jogará somente com dois, já que Gil e Alessandro se revezarão: quando um estiver na posição de meia, outra ficará na de atacante, ao lado de Jô.Apesar dos problemas, o esquema com três zagueiros também será mantido, segundo o treinador. "Já estamos enfrentando problemas demais para definir a equipe. Se mudássemos também o esquema, seria um problema a mais para o Corinthians", explicou Tite.O técnico também não quer mais falar sobre questões polêmicas, como a contratação de Luxemburgo e a chegada de reforços. "Numa hora dessas não podemos perder o foco, que é vencer o Vasco", disse Tite, ainda na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.