Jonne Roriz/AE
Jonne Roriz/AE

Corinthians terá força máxima contra Atlético-PR

Mano Menezes espera conquistar um bom resultado no Paraná para decidir a vaga da Copa do Brasil em casa

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

28 de abril de 2009 | 22h16

A vitória por 3 a 1 sobre o Santos, no último domingo, na Vila Belmiro, no primeiro jogo da final do Paulistão, mudou o planejamento do Corinthians. Como já está muito perto do título estadual - pode perder por dois gols de diferença na partida de volta, no Pacaembu -, o técnico Mano Menezes desistiu de poupar os titulares na abertura das oitavas-de-final da Copa do Brasil. Assim, vai com força máxima para enfrentar o Atlético-PR, nesta quarta-feira, a partir das 21h50, na Arena da Baixada, em Curitiba - acompanhe o duelo pelo estadao.com.br.

 

Veja também:

linkCorintianos já fazem fila por ingressos para final

linkLula faz campanha por retorno de Ronaldo à seleção

tabela Copa do Brasil - Calendário / Resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

 

Mano Menezes não confirmou a escalação do time, mas levou todos os titulares para Curitiba, inclusive o atacante Ronaldo - a exceção foi o atacante Jorge Henrique, que ficou em São Paulo tratando de dores musculares. "O Atlético não é o Misto (eliminado na fase anterior pelo Corinthians). E vamos levar em consideração a força dele na Arena", explicou o treinador, ciente de que a Copa do Brasil vale muito mais que o Paulistão para o clube - vencê-la significa ir para a Libertadores no ano do centenário corintiano.

 

"Tivemos uma postura contra dois adversários anteriores, mas agora sabemos que o Atlético tem mais qualidade, jogará num ambiente mais favorável, temos de respeitar essa condição", disse Mano Menezes, lembrando que o Corinthians poupou seus principais titulares nos jogos contra Itumbiara e Misto, válidos pelas duas primeiras fases da Copa do Brasil. "A decisão tem 180 minutos, mas não podemos desconsiderar os primeiros 90. Não dá para achar que podemos fazer tudo no jogo de volta."

 Atlético-PR
Galatto; Rhodolfo, Antonio Carlos e Chico; Márcio Azevedo, Jairo, Fransérgio, Marcinho e Raul; Wallyson e Rafael Moura
Técnico: Geninho
 Corinthians
Felipe; Alessandro, Chicão, William (Diego) e André Santos; Cristian, Elias, Douglas e Morais; Dentinho e Ronaldo
Técnico: Mano Menezes
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba

Horário: 21h50

TV: Globo e Band

 

No jogo desta quarta-feira, o atacante Dentinho deve entrar na vaga de Jorge Henrique, com a manutenção de Morais no meio-de-campo. Na defesa, há a possibilidade de William ganhar um descanso. Como Chicão não encara o Santos, no domingo, ele atuaria ao lado de Diego para que o garoto ganhe ritmo de jogo. "Não posso falar em poupar jogadores. Quero que o time mantenha a postura que vinha tendo até agora, talvez com duas ou três peças diferentes", avisou Mano Menezes, admitindo que o empate é bom resultado em Curitiba.

 

"Nós estamos voltando as atenções diretas para o jogo de amanhã (quarta-feira), mas não dá para desconsiderar o de domingo", disse Mano Menezes. Assim, pensando também na decisão estadual, o treinador levou 23 jogadores para Curitiba. Não quer ver ninguém achando que já ganhou o título. A ordem é manter a concentração. "Meu objetivo não é confundir, é o que expliquei anteriormente: não dispersar. Se leva um e deixa outro, vai haver um relaxamento que não quero para o segundo jogo (contra o Santos)."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.