Corinthians terá força máxima no clássico da Vila

O Corinthians deve ter força máxima no clássico de domingo contra o Santos, na Vila Belmiro. Até Alessandro e Jorge Henrique, que deixaram o campo na última quarta-feira com dores musculares, avisaram a Mano Menezes, ainda no vestiário do Pacaembu, que querem jogar. Ronaldo e Roberto Carlos estão confirmados.

MARCEL RIZZO, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2010 | 20h39

"Não foi nada demais. Saí mancando, mas fiz gelo e já estou sem dor", avisou Alessandro. Seria uma oportunidade importante para Mano escalar por duas vezes seguidas o que ele considera seu time ideal - Danilo, ainda se recuperando de dor na coxa direita, só deve retornar contra o Independiente Medellín, no dia 10 de março.

A única alteração seria por questões táticas. Defederico não foi bem contra o Racing e Mano pode sacar o argentino do time titular. Iarley é a opção para começar jogando. "O Matías foi uma opção (contra o Racing) porque queríamos um time mais leve. Mas no decorrer do jogo entendi que precisávamos de um jogador dentro da área porque o Ronaldo estava saindo muito. Mas isso não quer dizer que vamos repetir esse esquema sempre. Vai depender do adversário", disse Mano.

Ronaldo voltou a campo na quarta depois de quase um mês fora de combate depois de sofrer uma lesão na coxa direita e aumentar a intensidade dos treinamentos para perder peso. Agora, segundo avaliação da comissão técnica, ele precisa aliar treinos com jogos e ganhar ritmo.

O próprio Fenômeno admitiu após o duelo da Libertadores estar cansado além do que normalmente fica. Após um lance que deu um pique mais forte, se apoiou em uma das traves e suspirou. Estava esgotado. A tendência é que atinja 93 quilos, o peso considerado ideal para ele jogar em alto nível, daqui um mês. Para isso é preciso não exagerar na alimentação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.