Corinthians terá retranca pela frente

O empate já é considerado um grande resultado para o The Strongest, que ainda tem boas chances de conseguir a classificação para as oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. O técnico Luis Orozco não esconde de ninguém que colocará em campo um time retrancado e que tentará os contra-ataques. A ordem no grupo é não dar espaço ao rival e atacar "só na boa". Para surpreender o Corinthians, Orozco usará o esquema 3-5-2. A dupla de ataque que jogará no Pacaembu não conta, curiosamente, com nenhum boliviano. Ledezma, da Costa Rica, e o perigoso argentino Rubén Gigena entrarão com a incumbência de passar pela defesa corintiana.Na teoria, o The Strongest, uma das melhores equipes do fraquíssimo futebol boliviano, não representará grande ameaça para o embalado Corinthians. Na estréia do Torneio Apertura, o Campeonato Nacional, a equipe empatou por 1 a 1 com o União Central. No ano passado, foi vice-campeão do Torneio Apertura e 3º colocado do Clausura. Na Libertadores, o The Strongest disputou duas partidas. Perdeu para o Cruz Azul, no México, por 3 a 2, e venceu o Fênix por 1 a 0. Nesta segunda-feira, treinou no Parque São Jorge.História - O clube de La Paz foi fundado por um grupo de jovens que havia acabado de cumprir o serviço militar, em 8 de abril de 1908. Após muitas reuniões, na Plaza Murillo, na capital do país, chegaram à conclusão de que o melhor nome para a equipe seria Strong - ?Forte? em inglês. Dias depois, mudaram para The Strongest, ou ?o mais forte?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.