Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians trabalha para manter Boselli motivado: 'Conversamos com ele todos os dias'

Duílio Monteiro Alves e Carille comentam situação do atacante argentino

João Prata, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2019 | 11h30

O atacante Mauro Boselli ainda não encontrou seu futebol no Corinthians. Principal reforço no início da temporada, o jogador marcou apenas dois gols até agora e, nas últimas partidas, tem entrado somente no final. Contra o Montevideo Wanderers, ele teve pouco mais de cinco minutos em campo.  

O técnico Fábio Carille comentou sobre a situação do jogador, que recentemente foi especulado no futebol mexicano e argentino. "Penso sobre isso. Se o jogador estiver satisfeito no banco, tem que fazer outra coisa. Tem trabalhado bastante, contra o CSA ele entrou e foi importante. Jogador de muita qualidade, os números mostram isso e no dia a dia a gente vê. Quando tiver oportunidade melhor, a bola vai chegar a ele", disse.

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, negou que tenha chegado uma proposta para a saída de Boselli. "Nada. A gente escuta especulação. Escutou no México. Na Argentina se fala muito o nome dele, mas nada além disso", afirmou. 

Duílio disse a comissão técnica e a diretoria conversa diariamente com o jogador. "É função nossa. A gente conversa com ele e com os outros todos os dias. Entende que, pelo campeonato Brasileiro longo, precisa ter elenco grande. Todos não jogam ao mesmo tempo. É um trabalho diário. É um cara super profissional. Gostaria de estar jogando. Futebol muda muito. Gustavo começou a temporada, agora está jogando o Love", justificou o dirigente.

O Corinthians precisa fazer caixa para fechar o ano no azul. A meta é faturar R$ 44 milhões com a venda de jogadores na temporada. Por isso, além de Boselli, há a oportunidade de outros atletas deixarem o elenco até o final do ano. Duílio, no entanto, deu algumas pistas de quem pode sair.

"Tivemos sempre sondagem, mas nada de proposta oficial. Perguntam do Pedrinho, Gustavo. O Clayson já tivemos conversas. Tem clubes observando, mas proposta nenhuma", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.