Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Corinthians troca folga de domingo por aprimoramento nas finalizações

Equipe alvinegra encara o América-MG no meio de semana pela Copa do Brasil

Redação, Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2020 | 15h56

O técnico Vágner Mancini segue sua luta para deixar o Corinthians da maneira que planeja: forte, bem fisicamente, e com a pontaria afiada. Neste domingo, normalmente dia de folga para equipes que não entram em campo, os jogadores acordaram cedo para trabalhos técnicos. Foram muitos ensaios de finalizações.

O treino dominical foi focado em aprimorar a pontaria dos corintianos. Além do físico abaixo, outra constatação de Mancini é que os jogadores falham muito na hora de colocar a bola nas redes.

O ataque corintiano, apenas de já ter feito 21 gols em 18 rodadas do Brasileirão, erra bastante na hora de marcar. O treinador quer aumentar o aproveitamento no quesito, pois sabe que as chances podem não ser tantas em determinados jogos.

Quarta-feira, por exemplo, o time necessita abrir vantagem diante do América-MG pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na Neo Química Arena. Não desperdiçar chances de gols é a recomendação de Mancini.

O Corinthians quer levar vantagem para o duelo de volta, em Belo Horizonte, para não passar sufoco diante de um rival da Série B. Jô, está machucado e o time deve atuar sem centroavante. Boselli decepcionou diante do Flamengo e quem deve jogar mais avançado é Everaldo, autor de gols nas duas vitórias de Mancini no clube.

Outro problema está na lateral esquerda. Lucas Piton está machucado e Fábio Santos não pode jogar pela Copa do Brasil, pois foi inscrito pelo Atlético-MG. Sidcley, contratado no início do ano e rebaixado a quarta opção, deve ser o escolhido. Mesmo fora dos planos de Mancini e também do Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.