Corinthians usa titulares na Argentina

Tevez e a Rede Globo transformaram o Corinthians para o jogo decisivo desta quarta-feira, às 21h45, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, contra o River Plate. Valeu a pressão do argentino e da emissora. Serão os titulares que lutarão pela classificação na Copa Sul-Americana, ao contrário do que aconteceu no Morumbi, quando jogou com time reserva e só empatou por 0 a 0. Melhor para Antônio Lopes que fará a sua estréia como treinador corintiano.?Essa partida vale muito para mim. Será a primeira vez que enfrentarei o meu velho rival vestindo a camisa do Corinthians. E tem de ser ao lado do time titular?, disse, empolgadíssimo, Tevez. Ele ganhou até autorização para viajar na segunda-feira, um dia antes do elenco que foi nesta terça à Argentina.A postura da principal estrela, que chegou a falar com a diretoria, pesou. Tanto quanto a pressão da Globo, manifestada pela revoltada voz de Galvão Bueno. A reclamação era contra o uso de reservas. O plano do ex-técnico Márcio Bittencourt de poupar os jogadores para o Brasileiro custou importantes pontos no Ibope para a principal emissora do País.Os gritos do narrador influenciaram demais a escalação do time. Tanto o presidente Alberto Dualib quanto o presidente da MSI, Kia Joorabchian, que não se falam, não querem ter a Globo como inimiga. Para não dar publicamente o braço a torcer que o time titular entrará em campo por causa da premiação da competição. ?Não sofremos pressão da Globo. No nosso planejamento podemos colocar os melhores jogadores na Argentina. Não tem nada a ver com o Galvão Bueno ou qualquer pressão?, disse o diretor da MSI, Paulo Angioni.Mas a incoerência ficava evidente. Ao assumir o cargo, Antônio Lopes disse que a Sul-Americana ?só atrapalha? o Brasileiro. Mas diante da exigência da diretoria, ele não teve o que fazer. ?Vamos para Buenos Aires com o melhor time para buscar a classificação. Os jogadores estão prontos e motivados?, assumia o técnico, esquecendo o que havia dito um dia antes no Parque São Jorge. Nilmar está fora ? não foi inscrito a tempo. Carlos Alberto deve ser improvisado na frente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.