Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians

Corinthians erra na saída de bola e perde para a Ponte Preta em Campinas

Equipe do técnico Tiago Nunes foi derrotada por 2 a 1 nesta quinta-feira no estádio Moisés Lucarelli

João Prata, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2020 | 23h31

Por dois erros em sequência na saída de bola, o Corinthians perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1 nesta quinta-feira, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. A derrota veio ainda com direito a um pênalti perdido por Luan e lesão de Ramiro, que torceu o joelho.

Depois de completar dois jogos seguidos sem vencer, o Corinthians agora terá pela frente o Santos no domingo, às 11h, na arena em Itaquera. A equipe de Campinas volta a campo apenas na segunda-feira contra a Inter de Limeira, fora de casa.

O Corinthians fez duas etapas distintas. Começou o jogo mais recuado e a Ponte Preta criou as principais oportunidades. Roger tentou de voleio, mas bateu de canela. O time de Campinas seguia melhor e marcou seus dois gols graças à saída de bola errada do adversário.

Isso porque uma das marcas do trabalho de Tiago Nunes é não dar chutão. O time tenta sempre sair tocando a bola desde o campo de defesa. Cada vez que Cássio recebeu com os pés, foram três vezes durante a partida, testou o coração do torcedor alvinegro. Mas a culpa pelos gols não foi dele. Madson, que entrou no lugar de Ramiro, machucado, tentou puxar contra-ataque. A equipe da casa roubou a bola, Bruno Reis recebeu na área, limpou Cássio e mandou para as redes. O Corinthians deu a saída e levou outro no minuto seguinte. Desta vez Richard tocou errado na intermediária. Roger mandou para as redes.

Antes de descer para o vestiário, o Corinthians teve grande oportunidade de diminuir. Madson foi derrubado em uma disputa de bola na área e o árbitro marcou pênalti. Luan cobrou, mas o goleiro Ygor fez a defesa. 

Tiago Nunes mexeu na equipe no intervalo e colocou Cantillo na vaga de Richard. O colombiano estreou no Paulistão e iniciou a jogada do primeiro gol. Ele abriu para Janderson que cruzou. Boselli apareceu na segunda trave e fez de carrinho. O centroavante argentino acertou um cabeceio na trave. Apesar de ter melhorado no segundo tempo, especialmente por causa a entrada de Cantillo, o Corinthians não conseguiu o empate. 

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 X 1 CORINTHIANS

PONTE PRETA: Ygor; Jeferson, Cléber Reis, Henrique Trevisan; Guilherme Lazaroni; Bruno Reis, Dawhan e João Paulo (Danrley); Apodi (Mateus Anderson), Roger e Bruno Rodrigues (Felipe Saraiva). Técnico: Gilson Kleina.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique e Sidcley; Richard (Cantillo), Camacho e Luan; Ramiro (Madson), Boselli e Janderson (Everaldo). Técnico: Tiago Nunes.

GOLS: Bruno Reis, aos 39, e Roger, aos 40 minutos do primeiro tempo; Boselli, aos 6 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Thiago Duarte Peixoto

CARTÕES AMARELOS: Roger, Cléber Reis, Jeferson e Guilherme Lazaroni (Ponte Preta); Cantillo (Corinthians)

PÚBLICO: 4.037 pagantes

 

RENDA: R$ 119.910,00

LOCAL: Moisés Lucarelli, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.