Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Corinthians vai à Bombonera para se adaptar a estádio

Nesta terça, antes da partida contra o Boca pela final da Libertadores, equipe treina para reconhecimento do campo

FÁBIO HECICO, Agência Estado

26 de junho de 2012 | 08h33

BUENOS AIRES - Os jogadores do Corinthians vão conhecer nesta terça-feira à noite o lendário estádio do Boca Juniors. Como faz antes de todos os jogos, o técnico Tite levará seu time para treinar no palco do jogo. A meta é mostrar, principalmente para o goleiro Cássio, como é a iluminação do estádio, onde ele jamais jogoum e preparar o time para a partida desta quarta pela final da Copa Libertadores. "É importante conhecer onde estamos pisando. Mas estamos preparados para fazer um bom jogo e não tem segredo."

O acanhado estádio é apontado por muitos a arma do Boca Juniors para ter uma vantagem. Mas Cássio lembra que já jogou sob pressão, em campos como caldeirão diante do Emelec, Vasco e Santos."Nada será surpresa. Jogamos em caldeirões e fomos bem, não teremos problemas", garantiu.

"O Corinthians está acostumado a jogar em tudo que é lugar. Não temos de temer a Bombonera, é jogar como sempre, sem medo", afirma o zagueiro Castán, garantindo que a casa do Boca é parecida com a Vila Belmiro, onde o time venceu.

Alex, que já jogou três vezes no estádio, só pede coragem. "É um privilégio, uma honra estar aqui. Agora temos de fazer valer, com a coragem e personalidade que vínhamos jogando."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.