Corinthians vai multar os briguentos

O diretor Paulo Angioni revelou que Tevez e Marquinhos serão multados por causa da briga que tiveram, na manhã desta sexta-feira, durante o treino do Corinthians no Parque São Jorge. Os dois jogadores saíram sangrando de campo, após trocarem socos, e não comentaram o caso. E o técnico Daniel Passarella também evitou as entrevistas. ?A gente lamenta o fato. Não aceitamos (a briga), mas faz parte do cotidiano do futebol. O clube tem um regulamento interno e ele será cumprido?, avisou Angioni, que admitiu que a punição de Tevez será maior do que a de Marquinhos. ?O dele é um caso de reincidência e ainda vamos analisar os valores?, justificou o diretor, lembrando que o atacante argentino já brigou com Carlos Alberto, no começo de março. Reforços - Angioni aproveitou a entrevista para negar qualquer interesse na contratação do goleiro Marcos, do Palmeiras. A advogada do jogador, Gislaine Nunes, revelou na quinta-feira que ele tinha propostas para deixar o Palestra Itália. Mas o diretor da MSI/Corinthians garantiu que o seu destino não será o Parque São Jorge. Mas Angioni confirmou o que o presidente do Corinthians, Alberto Dualib, disse ao jornal Lance. O clube e sua parceira MSI estão realmente tentando a contratação do atacante Luís Fabiano, que está no Porto, de Portugal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.