Nilton Fukuda|Estadão
Nilton Fukuda|Estadão

Corinthians vai promover nesta semana destaques da Copinha

Diretoria promete avaliar nomes que subirão à equipe de Tite

Ciro Campos, Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2016 | 07h00

O Corinthians vai se apressar durante a semana para definir quais jogadores do time vice-campeão da Copa São Paulo serão promovidos para o elenco principal. A derrota para o Flamengo por 4 a 3 nos pênaltis (2 a 2 no tempo regulamentar) na segunda-feira de manhã no Pacaembu não alterou os planos da diretoria de incluir alguns garotos na lista final dos 28 inscritos para o Campeonato Paulista.

"O momento mais oportuno para aproveitar esses garotos é depois da Copa São Paulo", disse o coordenador técnico do clube, o ex-lateral Alessandro. "Vamos procurar ter coerência para aproveitá-los da melhor maneira possível. Vamos esperar a poeira baixar e resolver isso até o fim da semana", completou.

A final teve estádio lotado para uma partida emocionante. O Corinthians abriu 2 a 0 na primeira etapa, mas permitiu o empate logo no começo do segundo tempo. Nos pênaltis a equipe carioca confirmou o terceiro título na competição. 

A disputa nas cobranças fez o meia Matheus Pereira virar um vilão. Com o time em vantagem por 3 a 2 na primeira série, ele foi o quarto a bater e arriscou uma cavadinha, mas pegou mal na bola e mandou por cima – o que irritou a diretoria. “Ele fez a escolha de uma cavadinha e o histórico dessas cavadas não é nada positivo para nós”, afirmou Alessandro, em referência ao pênalti perdido por Alexandre Pato contra o Grêmio em jogo válido pela Copa do Brasil de 2013.

SEM PROMOÇÕES

No time campeão da Copinha, a festa pela conquista em cima do favorito contrastava com a cautela ao falar de possíveis chances no time profissional.  "Logicamente que um título pode credenciar garotos ao time profissional, mas acredito que eles ainda têm etapas a cumprir na base", afirmou o técnico José Ricardo.

Presente no vestiário, o presidente Eduardo Bandeira de Mello disse que na hora adequada o técnico Muricy Ramalho vai escolher alguns garotos. O atacante Felipe Vizeu marcou sete gols na campanha e foi eleito o melhor jogador do torneio, mas prefere não criar expectativas sobre ter chance na equipe principal. "Quero manter os pés no chão. Sei que estão me acompanhando."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.