Corinthians vai reformar CT do Parque Ecológico

Três escritórios de arquitetura estão na briga para realizar as obras no Centro de Treinamento

AE, Agencia Estado

22 de agosto de 2008 | 15h53

O projeto para a construção de um centro de treinamento no Parque Ecológico - onde hoje existe um esboço mal acabado de CT - está em fase avançadíssima no Corinthians. Três escritórios de arquitetura estão na disputa e o que muda para cada um é somente o layout. A estrutura está definida e apresenta mordomias como um heliponto.   Veja também:Faça a sua aposta no Bolão Vip do Limão"Primeiro vamos cercar todo o CT, cerca de madeira, para não atrapalhar o meio ambiente. Se tudo der certo, espero que em outubro já estejamos com a mão na massa", afirmou o médico Joaquim Grava, que toca o projeto. O presidente Andres Sanches prefere não dar prazos. A questão ambiental está acertada - o CT fica no Parque Ecológico, reserva ambiental que precisa do aval da Secretaria Estadual do Meio Ambiente para a realização de obras.Os pés-no-chão de Sanches são por causa dos investidores. São duas opções: aporte de dinheiro de um banco e de uma siderúrgica ou inclusão do projeto no incentivo fiscal do governo.O primeiro caso estaria atrelado à construção do estádio em Itaquera, em um projeto diferente daquele em andamento do consórcio Egesa e Seebla. O segundo depende de boa-vontade do governo federal, já que a empresa que investisse deduziria o valor do Imposto de Renda. O problema é que o Corinthians tem mais de R$ 40 milhões em dívidas tributárias.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansBrasileirão Série B

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.