Divulgação/ Arena Corinthians
Divulgação/ Arena Corinthians

Corinthians vê 'clima favorável' para negociação de dívida da Arena com a Caixa

Clube nega qualquer tipo de 'truculência ou ameaça' e promete intensificar também conversas com a Odebrecht

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2018 | 07h00

O Corinthians emitiu na noite de segunda-feira uma nota em que demonstra otimismo em relação à negociação de sua dívida com a Caixa Econômica Federal referente à construção da Arena em Itaquera.

Corinthians inicia venda de ingressos para primeiros jogos na Arena em 2018

De acordo com o clube, a diretoria, representada por Luís Paulo Rosenberg, manteve contato com a instituição financeira durante boa parte da segunda, e espera negociar também com a construtora Odebrecht.

O clube fala em um "clima favorável" para as negociações e nega qualquer tipo de "truculência" por parte da Caixa ou ameaças sobre o Parque São Jorge.

Apesar de não fazer referência direta, a nota é uma resposta do clube à notícia publicada pelo jornal O Globo de que o banco teria decidido executar as garantias do empréstimo feito ao Corinthians.

Uma das garantidas dadas, lembra o jornal, para que o Corinthians conseguisse o financiamento de R$400 milhões junto ao BNDES, intermediado pela Caixa, foi parte do terreno do Parque São Jorge.

Confira a nota, na íntegra:

"A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, representada por Luís Paulo Rosenberg, manteve conversas com a diretoria da Caixa durante toda a tarde.

O clube já procura colocar o endividamento referente à construção da Arena Corinthians em ordem o mais rápido possível, e as negociações prosseguirão também com a Odebrecht. O clima entre todas as partes é muito favorável, e o respeito é mútuo.

O clube reforça ainda que não foi demonstrada, em momento algum, truculência por parte da Caixa com ameaças sobre o Parque São Jorge. O clube manterá as corinthianas e os corinthianos informados na medida dos avanços nas negociações."

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansArena Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.