Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians

Corinthians vê risco no novo ‘batismo’ de Carille diante do Universidad

Técnico vai enfrentar um time do exterior pela primeira vez em jogos oficiais

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2017 | 07h04

O Corinthians de Fábio Carille tem um desafio inédito pela frente nesta quarta-feira, contra o Universidad de Chile, às 21h45, na Arena Corinthians. A equipe estreia na Copa Sul-Americana diante de um adversário diferente daqueles que já apareceram no Paulista e na Copa do Brasil. Um rival que joga duro e que pode usar a catimba para garantir um bom resultado fora de casa.

Será a primeira partida de Carille contra um adversário internacional em jogos oficiais e, embora o elenco conte com alguns atletas mais experientes, o treinador aproveitou os últimos dias para alertá-los sobre a atenção especial que deverão ter para não se deixar surpreender pelo jeito de atuar dos chilenos.

“O estilo de jogo dos chilenos é mais de pegada e teremos de entrar com uma vontade maior, porque os caras são raçudos. Temos de entrar ligados para evitar surpresa, ainda mais em casa. Vai ser uma partida diferente em todos os termos”, projetou o zagueiro Pablo. 

Carille tenta ver semelhanças da Copa Sul-Americana com outras competições que sua equipe disputa. “Qualquer resultado positivo não levando gol é uma grande vantagem. Acredito que o pensamento tem de ser parecido com o da Copa do Brasil, em que qualquer erro pode prejudicar nossa situação”, explicou o treinador. 

Estudioso, como seu ‘professor’ Tite, Carille já tinha na terça-feira um perfil bem definido do adversário desta quarta. “É uma equipe bem experiente, principalmente na defesa, com todos (os jogadores) acima dos 30 anos. E tem boa intensidade do meio para frente”, analisou.

Em relação ao time, o único desfalque do treinador será o lateral-direito Fagner, que cumpre o primeiro de dois jogos de suspensão por ter sido expulso na partida contra o Nacional-URU, no ano passado. 

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.  

Técnico: Fábio Carille.

UNIVERSIDAD DE CHILE

Johnny Herrera; Matías Rodríguez, Gonzalo Jara, Christian Vilches e Alejandro Contreras; Gonzalo Espinoza, Lorenzo Reyes e Gustavo Lorenzetti; Iván Rozas, Felipe Mora e Sebastián Ubilla.

Técnico: Guillermo Hoyos

JUIZ: Dario Herrera (ARG)

LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo

HORÁRIO: 21h45

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.