Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Corinthians vence a 1ª com Sylvinho e se anima para 'decisão' na Copa do Brasil

Equipe derrota o América-MG por 1 a 0, com gol de pênalti de Fábio Santos

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2021 | 18h10

Após duas derrotas seguidas, uma no Campeonato Brasileiro e outra na Copa do Brasil, o Corinthians conseguiu sua primeira vitória da “era Sylvinho”. O triunfo veio diante do América-MG, por 1 a 0, no Estádio Independência, neste domingo, pela segunda rodada do Brasileirão. O gol foi marcado pelo lateral Fábio Santos, em cobrança de pênalti.

Consistente defensivamente, o Corinthians aproveitou as poucas oportunidades que criou e acabou favorecido pela apatia do rival, que não vence há cinco partidas, considerando todos os torneios.

A primeira vitória de Sylvinho dá certo ânimo para o time tentar ressurgir na Copa do Brasil. Para avançar à próxima fase, o time precisa reverter os 2 a 0 que levou do Atlético Goianiense no jogo de ida. A decisão da vaga será na próxima quarta-feira, em Goiânia.

Além de quatro mudanças na escalação por opção técnica, o treinador deixou claro que sua principal preocupação em Minas Gerais era o sistema defensivo. Para isso, definiu três jogadores de marcação (Gabriel, Roni e Cantillo). A intenção era não sofrer gols, principalmente no início do jogo, e avançar nos contra-ataques. A estratégia funcionou. Prova disso foram duas boas chances, uma com Fagner e outra com Gustavo no início do primeiro tempo.

Essas oportunidades saíram pelo lado direito, a partir da dobradinha Fagner e Gustavo. Foram criadas depois que o time suportou a pressão inicial, equilibrou a posse de bola e começou a se impor na partida. Principal referência ofensiva da equipe, Gustavo ajudou a transformar o bom momento do time no jogo em vantagem no placar. O atacante driblou Marlon e sofreu pênalti aos 29. Com segurança, Fábio Santos converteu e melhorou ainda mais seu retrospecto como cobrador. Desde 2015, ele cobrou 33 penalidades (26 no tempo normal e 7 em disputa alternadas), pelo Atlético-MG e Corinthians. Desse total, o lateral só desperdiçou uma cobrança. Após três partidas, foi o primeiro gol da era Sylvinho.

A boa atuação individual de Gustavo compensou a falta de um camisa 9 de ofício, aquele centroavante capaz de prender a bola no campo de ataque. Luan tentou fazer esse papel, mas sua grande contribuição foi um passe para boa finalização de Fagner. Acabou substituído no segundo tempo. Com pouco poder de ataque, a consistência defensiva, sem dar espaço para o rival, foi o principal fator para a vitória dos paulistas. No segundo tempo, o time atacou pouco e procurou sustentar o resultado. Foi beneficiado pela apatia do América, que teve poucas forças para buscar a igualdade. A grande chance foi uma cabeçada de Ribamar, no chão, no final do jogo. 

 

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 0 x 1 CORINTHIANS

AMÉRICA-MG: Cavichioli; Diego (Eduardo), Anderson Jesus, Eduardo e Marlon (Ruschel); Zé Ricardo (Gustavo), Juninho, Alê e Felipe Azevedo (Ribamar); Ademir e Rodolfo (Bruno Nazário). Técnico: Lisca

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Roni (Ramiro), Cantillo (Camacho) e Araos (Piton); Luan (Léo Natel) e Gustavo. Técnico: Sylvinho.  Juiz: Marcelo de Lima Henrique.

GOL: Fábio Santos, aos 29 do 1º T

CARTÕES: Lisca, Eduardo, Araos, Gabriel, Ribamar, Camacho.

LOCAL: Estádio Independência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.