Corinthians vence a Ponte por 2 a 0

O Corinthians está muito perto de chegar à segunda final consecutiva em poucas semanas. O time não precisou fazer uma exibição de gala para vencer a Ponte Preta por 2 a 0, neste domingo, em São José do Rio Preto, no primeiro confronto pelas semifinais da Copa do Brasil. No próximo jogo, quarta-feira, em Presidente Prudente, a equipe do técnico Wanderley Luxemburgo poderá perder por até um gol de diferença.Há uma semana, os corintianos comemoravam a conquista do título paulista. No início da partida, a ressaca parecia ainda estar presente nos jogadores. O técnico da Ponte Preta, Marco Aurélio, que substituiu Nelsinho Baptista, contratado pelo São Paulo, armou um verdadeiro paredão, com cinco atletas fortes na marcação, Rodrigo, Alex, André Santos, Fabinho e Mineiro. Marcelinho e Ricardinho pouco conseguiam criar.Müller teve uma boa oportunidade para abrir o placar para o Corinthians e Elivélton também desperdiçou uma chance para a Ponte. Foi só até os 35 minutos da primeira etapa, que não empolgava os mais de 40 mil torcedores que compareceram ao estádio Benedito Teixeira. Aos 36, porém, uma falha da defesa do time de Campinas acabou resultando no primeiro gol corintiano. Marcelinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou. André Santos rebateu para o meio da área e a bola sobrou para o zagueiro Scheidt, que chutou bem: 1 a 0.A partida melhorou um pouco no segundo tempo. Apesar do calor, os jogadores se movimentaram mais e proporcionaram alguns lances de emoção. Logo aos 7, a equipe corintiana ampliou a vantagem. Éwerthon saiu na cara do goleiro Alexandre, que conseguiu tirar a bola. O rebote, no entanto, ficou com Kléber, que apenas teve o trabalho de empurrar para o gol. O lateral-esquerdo dedicou o gol à sua mulher, Cíntia, com quem se casou no sábado.Perdendo por 2 a 0, a Ponte se arriscou e partiu com mais empenho para o ataque. Embora conseguisse chegar com perigo, faltou um bom finalizador. Washington, que está com a seleção brasileira no Japão, fez muita falta. O meia Piá, principal jogador do time, não teve boa atuação. Quando os atacantes acertaram o gol, pararam nas mãos do goleiro Gléguer, que entrou no lugar de Maurício, machucado.Nos contra-ataques, o Corinthians poderia ter até saído de Rio Preto com uma goleada, comandado por Marcelinho e Ricardinho. O atacante Éwerthon, porém, não estava numa tarde feliz. Perdeu pelo menos três boas oportunidades de gol.Na noite desta segunda-feira, a delegação do Corinthians viaja para Presidente Prudente. O vencedor do confronto paulista enfrentará o ganhador de Grêmio e Coritiba na final da Copa do Brasil. No primeiro duelo, em Porto Alegre, os gaúchos derrotaram os paranaenses por 3 a 1.

Agencia Estado,

03 de junho de 2001 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.