Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Corinthians vence clássico e aumenta a crise no São Paulo

Time alvinegro supera o rival por 3 a 1 no Pacaembu e assume a quinta posição no Campeonato Brasileiro

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

21 de junho de 2009 | 20h22

O técnico Ricardo Gomes, que substituirá Muricy Ramalho a partir desta semana no comando do São Paulo, certamente terá muito trabalho. Além da eliminação da Copa Libertadores na última quinta-feira, ele terá que recuperar o elenco da derrota por 3 a 1 no clássico deste domingo contra o Corinthians, no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

linkDiscussão entre treinadores marca Corinthians x São Paulo

linkApós derrota em clássico, são-paulinos já admitem crise

linkJogadores do Corinthians criticam faltas do São Paulo

som Ouça os gols no Território Eldorado: Corinthians 1 X 0 São Paulo; Corinthians 2 X 0 São Paulo; Corinthians 3 X 0 São Paulo; Corinthians 3 X 1 São Paulo 

lista Baixe o papel de parede dos mascotes do Brasileirão

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Atual tricampeão brasileiro, o time do Morumbi faz uma péssima temporada até o momento. Após as participações frustrantes no torneio continental e no Paulistão, ocupa apenas a 16.ª posição no Brasileiro, com sete pontos, mesmo número do Avaí (17.ª), que abre a zona de rebaixamento.

Já o Corinthians segue em paz com a torcida. O triunfo leva a equipe ao quinto lugar na competição nacional, com 11 pontos, e dá ainda mais moral para o confronto decisivo dia 1.º de julho em Porto Alegre, quando decide o título da Copa do Brasil contra o Internacional.

O primeiro gol da partida deste domingo foi marcado por Cristian, aos 37 minutos do primeiro tempo. Em bela arrancada do campo de defesa, ele tabelou com Douglas e entrou em velocidade na grande área para vencer o goleiro Dênis. Em seguida, deixou o campo com uma contusão para a entrada de Jucilei e preocupa o departamento médico corintiano.

Já o segundo gol veio em uma bela cobrança de falta de Chicão aos 12 minutos da etapa final. O zagueiro jogou com perfeição por cima da barreira e superou Dênis, que ainda resvalou na bola antes de ver as redes balançarem.

O gol que definitivamente acabou com as forças da equipe tricolor aconteceu aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio da direita, Jucilei subiu mais do que todo mundo e fez o terceiro dos mandantes.

Com o relaxamento do Corinthians, o São Paulo ainda teve tempo de fazer seu gol de honra, aos 35 minutos, com Richarlyson, que aproveitou boa jogada de Oscar e finalizou forte, sem nenhuma chance para Felipe.

 ELEVADOR

 5.º lugar

Corinthians se aproxima da zona da Libertadores
Antes da final da Copa do Brasil, os comandados de Mano Menezes entram em campo no próximo sábado, contra o Atlético Paranaense em Curitiba. No mesmo dia, o São Paulo recebe o Náutico, em confronto que provavelmente marcará a estreia de Ricardo Gomes.

CRISE

O técnico interino Milton Cruz não conseguiu amenizar a dor do São Paulo após a eliminação na Libertadores diante do Cruzeiro. Escalou um time diferente neste domingo, mas não conseguiu sequer balançar as redes do rival.

Ex-titular absoluto, Washington não ficou nem no banco de reservas e pode até deixar o clube nos próximos dias. No ataque, Marlos e Hugo tiveram a missão de se aproximar de um isolado Borges, que pouco rendeu.

Mesmo assim, mais devido a erros do adversário do que aos seus próprios acertos, os são-paulinos foram melhores na primeira parte do jogo. Com bons chutes da entrada da área, Jean e Richarlyson chegaram a assustar o goleiro Felipe.

Mas a fase melhor do time do Parque São Jorge prevaleceu e o placar foi aberto em um rápido contra-ataque, com Cristian.

 Corinthians3
Felipe; Diogo    , Chicão, William     e Marcelo Oliveira (Diego); Cristian (Jucilei), Elias, Douglas e Jorge Henrique    ; Marcelinho (Jean)e Ronaldo
Técnico: Mano Menezes
 São Paulo1
Denis; Renato Silva, André Dias     e Jean Rolt     (Jorge Wagner); Richarlyson, Eduardo Costa, Jean (Arouca), Hugo     (Oscar) e Junior Cesar; Marlos     e Borges
Técnico: Milton Cruz (interino)
Gols: Cristian, aos 37 minutos do primeiro tempo, Chicão, aos 12, Jucilei, aos 27, e Richarlyson, aos 35 minutos do segundo tempo

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Renda: R$ 487.054,00

Público: 15.371 pagantes

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

No segundo tempo, sem mudar praticamente nada, o São Paulo praticamente assistiu o Corinthians jogar. Aos 12 minutos, Chicão fez belo gol de falta e aniquilou o rival, que não teve mais forças para buscar uma reação. Para completar a festa no Pacaembu, Jucilei ainda deixou e fez a torcida gritar olé até o encerramento do jogo.

Antes do apito final do árbitro, ainda sobrou tempo para o gol de Richarlyson. Mas, mesmo colocando em campo Jorge Wagner, Oscar e Arouca, Milton Cruz não conseguiu evitar o resultado negativo.

PREOCUPAÇÕES

Apesar do resultado positivo, o técnico Mano Menezes ganhou dois problemas neste domingo. Ainda no primeiro tempo, Marcelo Oliveira a Cristian deixaram o gramado contundidos e desde já preocupam para a finalíssima da Copa do Brasil em 1.º de julho.

No clássico, o treinador poupou Alessandro e Dentinho. Entraram Diogo e o jovem Marcelinho no ataque. Ronaldo atuou os 90 minutos e fez boas jogadas, mas não brilhou como em outras ocasiões.

INVENCIBILIDADE

O Corinthians não perde para o São Paulo desde 11 de fevereiro de 2007, quando foi superado por 3 a 1 no Morumbi, pelo Campeonato Paulista daquele ano.

Desde então, foram quatro vitórias do time alvinegro e três empates. Nesta temporada, foram três triunfos corintianos e uma igualdade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.