Corinthians vence clássico e aumenta crise do São Paulo

O técnico Ricardo Gomes, que substituirá Muricy Ramalho a partir desta semana no comando do São Paulo, certamente terá muito trabalho. Além da eliminação da Copa Libertadores na última quinta-feira, ele terá que recuperar o elenco da derrota por 3 a 1 no clássico deste domingo contra o Corinthians, no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

RAFAEL VERGUEIRO, Agencia Estado

21 de junho de 2009 | 20h48

Atual tricampeão brasileiro, o time do Morumbi faz uma péssima temporada até o momento. Após as participações frustrantes no torneio continental e no Paulistão, ocupa apenas a 16ª posição no Brasileiro, com sete pontos, mesmo número do Avaí (17ª), que abre a zona de rebaixamento.

Já o Corinthians segue em paz com a torcida. O triunfo leva a equipe ao quinto lugar na competição nacional, com 11 pontos, e dá ainda mais moral para o confronto decisivo dia 1.º de julho em Porto Alegre, quando decide o título da Copa do Brasil contra o Internacional.

O técnico interino Milton Cruz não conseguiu amenizar a dor do São Paulo após a eliminação na Libertadores diante do Cruzeiro. Escalou um time diferente neste domingo, mas não conseguiu sequer balançar as redes do rival. Ex-titular absoluto, Washington não ficou nem no banco de reservas. Marlos e Hugo tiveram a missão de se aproximar de um isolado Borges, que pouco rendeu.

Mesmo assim, mais devido a erros do adversário do que aos seus próprios acertos, os são-paulinos foram melhores na primeira parte do jogo. Com bons chutes da entrada da área, Jean e Richarlyson chegaram a assustar o goleiro Felipe.

O primeiro gol da partida deste domingo foi marcado por Cristian, aos 37 minutos do primeiro tempo. Em bela arrancada do campo de defesa, ele tabelou com Douglas e entrou em velocidade na grande área para vencer o goleiro Dênis. Em seguida, deixou o campo com uma contusão para a entrada de Jucilei e preocupa o departamento médico corintiano.

No segundo tempo, sem mudar praticamente nada, o São Paulo praticamente assistiu o Corinthians jogar. Aos 12 minutos, Chicão fez belo gol de falta e aniquilou o rival, que não teve mais forças para buscar uma reação. Para completar a festa no Pacaembu, Jucilei ainda deixou e fez a torcida gritar olé até o encerramento do jogo.

O segundo gol veio em uma bela cobrança de falta de Chicão aos 12 minutos da etapa final. O zagueiro jogou com perfeição por cima da barreira e superou Dênis, que ainda chegou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

A jogada que definitivamente acabou com as forças dos são-paulinos aconteceu aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio da direita, Jucilei subiu mais do que a zaga e fez o terceiro dos mandantes.

Com o relaxamento do Corinthians, o São Paulo ainda teve tempo de fazer seu gol de honra, aos 35 minutos, com Richarlyson, que aproveitou boa jogada de Oscar e finalizou forte, sem nenhuma chance para Felipe.

Antes da final da Copa do Brasil, os comandados de Mano Menezes entram em campo no próximo sábado, contra o Atlético Paranaense em Curitiba. No mesmo dia, o São Paulo recebe o Náutico, em confronto que provavelmente marcará a estreia de Ricardo Gomes.

PREOCUPAÇÕES - Apesar do resultado positivo, o técnico Mano Menezes ganhou dois problemas neste domingo. Ainda no primeiro tempo, Marcelo Oliveira a Cristian deixaram o gramado contundidos e desde já preocupam para a finalíssima da Copa do Brasil em 1.º de julho.

Ficha Técnica:

Corinthians 3 x 1 São Paulo

Corinthians - Felipe; Diogo, Chicão, William e Marcelo Oliveira (Diego); Cristian (Jucilei), Elias e Douglas; Jorge Henrique, Marcelinho (Jean) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

São Paulo - Denis; Jean Rolt (Jorge Wagner), Renato Silva, André Dias e Junior Cesar; Eduardo Costa, Jean (Arouca), Richarlyson, Marlos e Hugo (Oscar); Borges. Técnico: Milton Cruz.

Gols - Cristian, aos 37 minutos do primeiro tempo. Chicão, aos 13, Jucilei, aos 27, e Richarlyson, aos 35 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Diogo, Jorge Henrique (Corinthians); Marlos, Hugo, Jean Rolt, André Dias (São Paulo).

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ).

Renda - R$ 487.054,00.

Público - 16.428 torcedores.

Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.