Corinthians vence e abre 13 pontos para o vice-líder

No Pacaembu, equipe de Mano Menezes bate o Bragantino por 2 a 0 pela Série B do Brasileirão

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

24 de setembro de 2008 | 23h56

Somente uma improvável queda de rendimento e uma surpreendente combinação de resultados irá tirar o Corinthians da elite do futebol brasileiro em 2009. Na noite desta quarta-feira no Pacaembu, a equipe voltou a vencer e bateu o Bragantino por 2 a 0, em partida válida pela 27.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.Veja também:Mano destaca força do Bragantino e elogia o meia DouglasDentinho comemora fim do jejum de golsAndres Sanches explica empréstimo de Carlos LeiteNeto e Tevez lideram venda de camisas no Corinthians Brasileirão Série B - Classificação Brasileirão Série B - Resultado / Calendário Ouça os gols da partida no Território Eldorado Corinthians já pode colocar os reservas na Série B Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoO resultado positivo deixa o time do Parque São Jorge com uma vantagem ainda mais folgada na ponta da tabela de classificação. Agora, o alvinegro tem 61 pontos, 13 a mais do que o vice-líder Vila Nova-GO, faltando 11 rodadas para o término da competição.A diferença para o primeiro time fora do G-4 (os quatro primeiros colocados se garantem na Série A) também aumentou. São 16 pontos de vantagem para o quinto colocado Barueri, que tem 45 pontos. O Bragantino possui a mesma pontuação, mas está em sexto devido aos critérios de desempate.A equipe de Bragança Paulista apresentava, até a noite desta quarta, uma inesperada arrancada na Série B do Brasileirão. Eram seis vitórias seguidas, mas o encontro com os comandados de Mano Menezes colocou um ponto final na reação.Desde o primeiro minuto o Corinthians se impôs em campo e não deu qualquer chance ao adversário. No entanto, os mandantes tiveram que superar a forte marcação para abrir o marcador, aos 23 minutos, com Dentinho, que aproveitou boa jogada de Douglas pelo meio e deu um toque de leve na bola por cima do goleiro para balançar as redes.Apesar da aparente facilidade, o time do Parque São Jorge só conseguiu definir o confronto na etapa final. O gol do triunfo veio com André Santos, que aos sete minutos recebeu passe de Douglas e chutou da entrada da área para marcar um golaço.Agora, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, quando encara o São Caetano em Campinas (SP). O Bragantino, por sua vez, recebe no mesmo dia o Barueri.NOVIDADEA grande atração da noite desta quarta no Pacaembu era a estréia do meia Cristian. No entanto, o ex-jogador do Flamengo não teve uma atuação destacada e o habilidoso Douglas mais uma vez foi o melhor em campo e o responsável por armar as principais jogadas corintianas.O domínio da equipe da casa ficou evidente desde o início. Os visitantes se contentavam em apenas defender e não conseguiram encaixar sequer um contra-ataque para assustar o goleiro Felipe.A primeira grande chance veio aos 11 minutos, quando após um bate e rebate na área Herrera tentou encobrir o goleiro Gilvan, mas por muito pouco errou o alvo. No entanto, a pressão continuou e o primeiro gol passou a ser questão de tempo. Corinthians2Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Douglas     (Diogo Rincón) e Morais (Eduardo Ramos); Dentinho (Lulinha    ) e HerreraTécnico: Mano MenezesBragantino0Gilvan; César Gaúcho (Anderson Lima), Gustavo      e Adriano; Nego, Moradei, Marcelo Silva, Malaquias (Somália) e Pará; Davi (Danilo Santos) e NunesTécnico: Marcelo VeigaGols: Dentinho, aos 23 minuitos do primeiro tempo, e André Santos, aos 7 minutos do segundo tempoÁrbitro: Álvaro Azeredo Quelhas (MG)Renda: R$ 219.979Público: 14.007 pessoasEstádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)Aos 23 minutos, a torcida finalmente pôde colocar para fora o grito que estava entalado na garganta. Dentinho deixou a sua marca no Pacaembu, algo que não acontecia desde o dia 26 de julho, quando ele deixou sua marca na vitória por 2 a 0 fora de casa contra o Paraná.A vantagem no marcador deu ainda mais tranqüilidade ao Corinthians, que não era ameaçado em nenhum momento pelo adversário. Com isso, bastou apeas administrar e esperar o árbitro encerrar a etapa inicial.No segundo tempo, nem a substituição feita pelo técnico Marcelo Veiga, que colocou Anderson Lima no lugar de César Gaúcho, mudou o panorama da partida. Logo aos sete minutos o jogo foi praticamente definido com o belo gol de André Santos, lateral-esquerdo que tem se especializado em fazer golaços.Antes dos 20 minutos, cada time teve mais uma grande chance. Primeiro Lulinha, que havia entrado no lugar de Dentinho, apareceu de frente para o gol e chutou rente à trave. Na seqüência, o Bragantino perdeu sua única grande chance, com Nego, que na cara do gol tirou do goleiro Felipe, mas viu a bola ir para fora. FACILIDADECom o jogo praticamente ganho, Mano aproveitou para fazer mais duas alterações. Tirou Douglas e Morais e colocou Eduardo Ramos e Diogo Rincón, que aos 47 minutos perdeu a chance de transformar a vitória em goleada ao ficar na cara de Gilvan e dar um toque de leve na bola, permitindo a boa intervenção do goleiro.Mesmo assim, o resultado deixou satisfeita a torcida que compareceu no estádio. No ano passado, o Vitória foi o quarto colocado e subiu para a Série A com 59 pontos. O Corinthians já atingiu 61 e por isso apesar um desastre histórico vai tirara a vaga da equipe na elite do futebol nacional no próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.