Corinthians vence Inter e sai na frente na decisão

O Corinthians saiu na frente na decisão da Copa do Brasil nesta quarta-feira. O time paulista venceu o Internacional por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Pacaembu, no jogo de ida da final, e se aproximou do terceiro título da competição e da vaga na Copa Libertadores.

FELIPE MENDES, Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 00h06

A partida de volta será disputada no dia 1º de julho, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O Inter precisará vencer por 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis, ou ganhar com uma vantagem de pelo menos três gols para ficar com a taça. Já o Corinthians garante o título se perder por apenas um gol de diferença ou por dois gols, se marcar algum no Beira-Rio.

Nesta quarta, os dois times fizeram jus à decisão e mostraram rapidez e bom futebol. O jogo começou movimentado com uma boa chance de gol para cada time. Logo no primeiro minuto, Índio evitou o gol corintiano ao tirar a bola na linha após cabeçada de Chicão na área.

O Inter respondeu em seguida com rápida arrancada de Alecsandro pela direita. Em jogada duvidosa, William entrou de carrinho dentro da área para desviar a bola e os visitantes chegaram a pedir pênalti.

Com Ronaldo, Dentinho e Jorge Henrique na frente, o Corinthians tentou pressionar, mas parou na sólida defesa do Inter, que não se intimidou e chegava com perigo ao ataque. O time gaúcho conseguia até impor uma pressão sobre os donos da casa, por alguns momentos, em jogadas pela esquerda, com Taison e Marcelo Cordeiro.

A resistência do Inter, porém, foi vencida por bom lance de Jorge Henrique aos 26 minutos. Ele achou Marcelo Oliveira na esquerda e entrou na área para, da marca do pênalti, escorar cruzamento rasteiro do lateral e mandar para as redes.

Os dois times ainda tiveram boas oportunidades para balançar as redes. Ronaldo completou cruzamento de Dentinho, mas o goleiro Lauro se esticou e evitou o gol. O Inter levou perigo em mais uma jogada de Marcelo Cordeiro, cortada por William, e Magrão, que cabeceou rente à trave esquerda de Felipe no final do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Corinthians surpreendeu o Inter aos 8 minutos. Elias bateu falta com rapidez no meio-de-campo e lançou Ronaldo, que cortou para dentro e bateu rasteiro no canto esquerdo de Lauro. A jogada foi polêmica porque a bola estava em movimento quando Elias fez a cobrança.

O Inter não se abateu com o segundo gol e seguiu levando perigo ao gol anfitrião. Aos 16, Andrezinho bateu falta com categoria e exigiu grande defesa de Felipe. Na sequência, Magrão acertou a cabeça após cobrança de escanteio e quase surpreendeu a defesa corintiana.

O placar, porém, não traduzia o equilíbrio da partida. Ambas as equipes criavam boas chances de gol, apresentavam bom toque de bola e rápidos contra-ataques. A posse de bola, por sinal, ficou empatada em 50% durante a maior parte do jogo.

Assim, os dois times alternavam disputas renhidas no meio-campo com ataques fulminantes, através de longos lançamentos e arrancadas. E, dessa forma, o Inter quase descontou aos 29 minutos. Andrezinnho lançou Taison que, de frente para Felipe, bateu em cima do goleiro e desperdiçou a melhor oportunidade dos visitantes na partida.

Aos 34, o atacante Leandrão, que acabara de entrar, foi expulso e dificultou a situação do Inter. O Corinthians tentou aproveitar a vantagem numérica, mas Jorge Henrique perdeu uma boa chance no final e não alterou o placar.

Ficha Técnica:

Corinthians 2 x 0 Internacional

Corinthians - Felipe; Alessandro, Chicão, William e Marcelo Oliveira (Diego); Cristian, Elias e Douglas; Jorge Henrique (Souza), Dentinho (Boquita) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

Internacional - Lauro; Danilo Silva, Índio, Álvaro e Marcelo Cordeiro; Sandro (Giuliano), Magrão, Guiñazu e Andrezinho (Glaydson); Taison e Alecsandro (Leandrão). Técnico: Tite.

Gols - Jorge Henrique, aos 26 minutos do primeiro tempo. Ronaldo, aos 8 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Alessandro, Douglas, Boquita, Souza (Corinthians); Magrão, Sandro, Índio (Internacional).

Cartão vermelho - Leandrão (Internacional).

Árbitro - Héber Roberto Lopes (Fifa/PR).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.