Corinthians vence, mas é eliminado

A vitória do Corinthians sobreo Ituano por 3 a 2, nesta quarta-feira à noite, em São José dosCampos, não foi suficiente para o time da capital chegar àterceira decisão consecutiva no semestre. O time do interiorlevou a vantagem no saldo de gols, porque havia vencido oprimeiro jogo por 2 a 0, e vai decidir o título com o São Paulo,que se classificou em cima do Palmeiras. Com dois gols de Fabinho, o substituto de Vampeta, que está naseleção, o Corinthians havia tirado a vantagem do adversário noprimeiro tempo. A equipe da capital começou o jogo com maisdeterminação e força no ataque. A volta de Ricardinho, que nãohavia atuado na partida anterior deu equilibrio ao time. Aos 27, o Corinthians marcou o primeiro gol do jogo: Fabinhochutou de fora da área. O efeito da bola enganou o goleiro AndréLuiz. Ele se preparou para pular no canto esquerdo; a bolaentrou no outro. O gol desesperou ainda mais o Ituano, que exagerou nas faltas.Assim, o Corinthians foi tomando da partida e aos 40 mionutos,Fabinho fez 2 a 0. Ele fez boa jogada com Gil, que de passe decalcanhar para o companheiro marcar. Fabinho saiu de campo, no fim do primeiro tempo, emocionadocom os dois gols. "É a recompensa pelo trabalho. Mesmo nareserva, não me descuidei", disse o volante. Já o atacante Basílio, do Ituano, estava indignado com aatuação do time. "Não jogamos nada no primeiro tempo", admitiuo ex-jogador do Palmeiras. O Corinthianas tinha 45 minutos para fazer o terceiro gol egarantir a classificação. Mas o desgaste, conseqüência doexcesso de jogos, novamente castigou o time do Parque São Jorge.O Ituano, sabendo problema do adversário, passou a atuar comritmo mais forte. Assim, aos 15, o Ituano diminiu a vantagem do Corinthians:Basílio driblou Anderson e chutou para o gol, vencendo Doni, quefalhou. Seria o gol da classificação do Ituano, mas aos 33minutos, Ricardinho ampliou para 3 a 1, em cobrança de falta. Adecisão estava caminhando para os pênaltis, mas aos 39, Basíliofez o gol da classificação: Vinicius cobrou falta, Doni soltou eo atacante, em posição irregular, completou para o gol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.