Alex Silva/ Estadão
Alex Silva/ Estadão

Corinthians bate Wanderers e se aproxima da vaga para as quartas da Sul-Americana

Placar de 2 a 0 na arena em Itaquera deixa time alvinegro com boa vantagem para o jogo de volta do torneio; poderia ter sido maior caso equipe não fosse displicente

João Prata, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2019 | 23h24

O Corinthians foi displicente e mesmo assim venceu o Montevideo Wanderers por 2 a 0 nesta quinta-feira, na arena em Itaquera, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Tivessem os jogadores entrado em campo mais concentrados, teriam goleado o fraco time uruguaio e encaminhado a vaga para a próxima fase do torneio.

Clayson e Pedrinho, os autores dos gols, abusaram das firulas. O setor defensivo também parecia mais desatento e o desorganizado Wanderers quase complicou a vida de Cássio. A partida de volta acontece dia primeiro de agosto, no Uruguai. O time paulista agora enfrentará o Fortaleza no domingo, às 19h, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Apesar de ter fechado o treino da véspera, Carille não fez surpresas e repetiu a escalação da última partida. O Corinthians dominou o primeiro tempo da partida. O Montevideo Wanderers tinha enorme dificuldade em sair jogando. O time alvinegro aproveitou da ingenuidade da equipe uruguaia e pressionou. Vagner Love teve duas boas chances de abrir o marcador, mas errou a meta. O gol, no entanto, não demorou para sair.

Pedrinho deixou a ponta direita em direção ao meio e deu bom passe para Vagner Love na direita, que rolou para o meio da área. Clayson dominou livre e bateu colocado para as redes. Estava fácil. O Montevideo seguia acuado e o Corinthians dominava a partida. Parecia tão sob o controle o jogo, que o setor defensivo alvinegro vacilou por duas vezes e o adversário quase surpreendeu.

Na etapa final Vagner Love continuou perdendo gols e o setor defensivo seguiu dando seus vacilos. Carille então colocou o time mais para frente com a entrada de Jadson no lugar de Gabriel. O Montevideo dava espaço em seu campo de defesa, mas o Corinthians não aproveitava as oportunidades. Muito também por excesso de preciosismo. Pedrinho tentou dar uma bicicleta dentro da área, sendo que estava livre e com três corintianos ao seu lado.

Pedrinho se redimiu aos 40 minutos. Jadson tocou para o garoto de 20 anos, que bateu firme de fora da área para ampliar o placar. O Wanderers foi para cima e deixou o contra-ataque para o Corinthians. Vagner Love saiu livre nos acréscimos, mas bateu em cima do goleiro.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 0 MONTEVIDEO WANDERERS

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel (Jadson), Junior Urso e Sornoza (Mateus Vital); Pedrinho, Vagner Love e Clayson (Boselli). Técnico: Fábio Carille.

MONTEVIDEO WANDERERS: De Arruabarrena; Barrandeguy, Macaluso (Andueza), Bueno e Morales; Bruno Veglio, Barboza,  Bravo, González e Albarracín (Lopes); e Barreto (Coitiño). Técnico: Román Cuello.

GOLS: Clayson, aos 19 minutos do primeiro tempo, e Pedrinho, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: José Argote (VEN).

PÚBLICO: 32.955 pagantes.

RENDA: R$ 1.324.119,88

CARTÕES AMARELOS: Fagner e Pedrinho; González e Barboza.

LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.