Arquivo/AE
Arquivo/AE

Corinthians vende André Santos e Cristian para time turco

Lateral-esquerdo e volante irão jogar pelo Fenerbahce, que classifica os jogadores como 'superstars'

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

20 de julho de 2009 | 17h45

Um fax, no começo da tarde desta segunda-feira (por volta das 15 horas), com uma proposta oficial em valores considerados irrecusáveis, fez com que o Corinthians começasse o desmanche no time titular campeão paulista e da Copa do Brasil. O Fenerbahce resolveu investir pouco mais de 10 milhões de euros (cerca de R$ 27,5 milhões) pelo lateral-esquerdo André Santos e o volante Cristian. Negócio fechado e a dupla deve chegar à Turquia na quinta para exames médicos.

Veja também:

som ELDORADO - Ouça a entrevista do empresário dos atletas

linkRonaldo e Jorge Henrique enfrentam o Vitória pendurados

linkCorinthians já busca liderança do Campeonato Brasileiro

linkProblema do Corinthians é falta de atenção, aponta Mano

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Tudo foi definido no final da tarde. Fomos comunicados, assim como o Mano", informou o supervisor de futebol, Saulo Magalhães. "Vamos em busca de soluções no elenco e depois no mercado." Sua preocupação é em relação à lateral, já que André Santos está sem substitutos. Na semana passada, Saci foi emprestado ao Atlético-MG, Marcelo Oliveira vendido ao Dínamo Kiev e Bruno Bertucci está com a seleção sub-20.

Existia muita especulação sobre a ida de André Santos para o futebol italiano. Milan, Roma e Juventus haviam manifestado interesse e o próprio jogador dizia não trocar o Corinthians por um clube "sem expressão." Após o confronto contra o Cruzeiro, no domingo, Cristian também disse que só sairia para atuar em um grande time.

Discurso ensaiado e bem diferente do que se fala agora. Irão para um clube poderoso na Turquia, mas sem grande expressão internacional. Jogarão ao lado de Alex, Edu Dracena, Roberto Carlos e Deivid.

"Tínhamos conversas com mais de 280 pessoas, mas nada de oficial. O Corinthians recebeu a proposta hoje (segunda) e aceitou", disse Régis Villas Boas, advogado da Turbo Sports, detentora de 40% do lateral. Outros 37,5% são do clube e 22,5% do DIS (Grupo Sonda).

Régis se encontrou com o presidente Andrés Sanchez para saber os detalhes da negociação. "Ele me ligou à tarde para falar da proposta. Temos a maior parte do jogador, porém se o Andrés fez (o negócio), está bem feito."

O Corinthians ficará com 33,3% na partilha do volante Cristian. As outras duas partes, também em proporções iguais, pertencem ao Flamengo e ao Atlético-PR.

FECHADO

O anúncio do negócio saiu no site oficial do clube turco: "O Fenerbahce chegou a um acordo com o Corinthians para a contratação dos ‘superstars’ André dos Santos e Cristian Oliveira Baroni", disse a nota oficial.

O Corinthians também utilizou seu site para informar a imprensa. "A direção do Sport Club Corinthians Paulista comunica que está negociando os atletas Cristian e André Santos com o Fenerbahce, da Turquia."

Em seguida, agradeceu o empenho dos jogadores. "Desde já, o Corinthians faz questão de agradecer aos dois jogadores pela dedicação, empenho e profissionalismo com que defenderam as cores do clube no período em que aqui estiveram."

HISTÓRIA

Os dois jogadores se despediram do Corinthians na vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, domingo, no Mineirão. Cristian e André Santos chegaram ao Corinthians em 2008 e, como titulares, conquistaram o título da Série B do Campeonato Brasileiro.

André Santos, que passou também por Figueirense, Flamengo e Atlético Mineiro, participou de 98 jogos e marcou 25 gols no Corinthians. O bom desempenho o levou a seleção brasileira e ele foi titular na conquista da Copa das Confederações em junho. Já Cristian, que já defendeu Paulista, Atlético-PR e Flamengo, atuou 51 vezes pelo clube paulista e fez oito gols.

(Atualizado às 20h20)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.