Corinthians viaja remendado a Maceió

O Corinthians vai viajar nesta quinta-feira com um time "remendado" para Maceió, onde o time estréia na Copa do Campeões contra o Coritiba, sábado. Sem poder contar com Müller, que ficará afastado do futebol cerca de 15 dias, por causa de um estiramento muscular na coxa esquerda, o treinador decidiu levar Marcelinho e André Luís com a delegação mesmo sem ter a certeza se poderá contar com dois até o fim da participação da equipe na competição.Diante da situação, o treinador foi também obrigado a aceitar que Ewerthon deixe a seleção para reforçar o Corinthians no sábado, e depois retorne para Teresópolis. Pela manhã, Luxemburgo havia comentado que não estaria disposto a contar com o reforço de Ewerthon por um jogo, entendendo que o atacante viajaria para Maceió, mas estaria com a cabeça voltada para a seleção. "Mas conversamos com ele por telefone e o jogador está disposto a jogar sábado com a dedicação de sempre", garantiu o treinador.Marcelinho depende de um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para poder atuar sábado. O jogador foi punido com quatro jogos de suspensão (já cumpriu uma partida) pela expulsão contra o Atlético-PR, em maio, pela Copa do Brasil. André Luís tem contrato com o Corinthians até o fim do mês, e tudo indica que ele deverá retornar para o Tenerife, da Espanha, dono do passe, no início de julho. "Mas os dois pediram para viajar com a delegação", disse Luxemburgo. ?Marcelinho acha que mesmo não conseguindo o efeito suspensivo ou qualquer outro recurso, ele poderá reforçar o time se conseguirmos a classificação para as fases seguintes. Já o André Luís me disse que poderá ainda fazer mais dois jogos pelo Corinthians até o fim do contrato. Achei a atitude deles elegante", afirmou o treinador.Os dois confirmaram que se colocaram à disposição do técnico para viajar com a delegação. Marcelinho disse que acredita na liberação para atuar sábado. "Mesmo que isso não ocorra, posso dar uma força para o time do lado de fora", disse os meia. André Luís explicou que o Corinthians conta com muitas desfalques. "Não temos o Luizão, Paulo Nunes e Müller, que se recuperam de problemas médicos, mais o problema com o Marcelinho e ainda a indefinição do Ewerthon. Portanto, se eu ficasse fora, seria mais um problema no início da competição", disse o lateral e volante. A Hicks Muse está tentando contratá-lo em definitivo. "Mas a proposta que fizeram ao Tenerife foi considerada baixa", disse André Luís. O clube espanhol admite vender o passe do jogador por US$ 4 milhões e mais dois atletas jovens do Corinthians, cujos nomes não foram ainda escolhidos.

Agencia Estado,

20 de junho de 2001 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.