Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Corinthians vira em Curitiba e quebra sina de empates no Brasileiro

Time paulista faz 2 a 1 com gol de letra de Romarinho aos 45 minutos do 2º tempo

BRUNO CHAZAN, O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2012 | 15h20

SÃO PAULO - Com um gol de letra de Romarinho aos 45 minutos do segundo tempo, o Corinthians venceu o Coritiba por 2 a 1, de virada, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, e quebrou a sina de três empates seguidos no Campeonato Brasileiro. O resultado levou a equipe do técnico Tite, invicta há oito rodadas, aos 21 pontos, enquanto que os paranaenses ficaram com 15, ameaçados pela zona de rebaixamento.

O Coritiba ficou em vantagem com o ex-corintiano Éverton Ribeiro nos acréscimos da primeira etapa. O Corinthians, que chegou a ter quatro atacantes em campo no segundo tempo, conseguiu a virada com Paulinho e Romarinho.

O jogo teve um primeiro tempo pobre em técnica e rico em trombadas e passes errados. O Corinthians foi superior, mas não conseguiu transformar o volume em pressão. Desfalcado de cinco titulares, o Coritiba não produzia quase nada de efetivo e irritou a sua torcida, que vaiou a equipe com 25 minutos.

O Corinthians teve uma única boa chance de abrir o placar na fase inicial. Aos 18 minutos, Romarinho recebeu de Chicão e bateu rasteiro, para defesa de Vanderlei no meio do gol. O Coritiba respondeu com Leonardo, que levou a bola da direita para o meio da área e chutou por cima. Mas o time paranaense conseguiu quebrar o marasmo já nos acréscimos. Éverton Ribeiro recebeu pelo passe de Leonardo na área e bateu com a perna ruim, a direita, por baixo de Cássio: 1 a 0.

O panorama mudou no segundo tempo, que foi quente do início ao fim. Tite mudou o esquema tático no intervalo - tirou o meia Douglas, mal até mesmo nas bolas paradas, e colocou um atacante de referência, o peruano Guerrero. Mas foi o Coritiba quem voltou melhor. Aos 12 minutos, Éverton Ribeiro bateu da entrada da área e obrigou Cássio a desviar com as pontas dos dedos. Após o escanteio, Leonardo subiu sozinho na primeira trave e cabeceou rente ao travessão.

O Corinthians ficou ainda mais ofensivo após a substituição de Fábio Santos, contundido, pelo atacante argentino Martinez, aos 19 minutos. E o empate veio no minuto seguinte: Jorge Henrique, deslocado para a lateral esquerda, levantou da intermediária e Paulinho surgiu por trás da zaga para cabecear para o chão e vencer Vanderlei. O volante foi comemorar junto à torcida com o tradicional beijo no escudo, que se descolou da camisa e caiu no gramado. Ficou com a camisa descaracterizada até o fim do jogo.

O segundo gol alvinegro também quase veio pelo alto. Aos 29 minutos, Martinez repetiu Paulinho e cabeceou para o chão, mas Vanderlei se esticou todo para evitar o gol. O Coritiba ameaçou dois minutos depois, com uma falta de Ayrton que carimbou a trave esquerda.

O Corinthians cresceu com Martinez, que levava vantagem no duelo com Ayrton pela esquerda, mas a virada veio pelo outro lado. Aos 45 minutos, Paulinho recebeu do argentino no lado direito da área e cruzou para Romarinho quebrar o jejum de gols que o acompanhava desde o fim da Copa Libertadores e marcar de letra pela segunda vez no Brasileirão - o primeiro foi contra o Palmeiras, na nona rodada.

O Corinthians volta a campo na quinta-feira contra o Internacional, no Pacaembu, sem Paulinho e Guerrero, que defenderão as seleções brasileira e peruana contra Suécia e Costa Rica, respectivamente. Também na quinta, o Coritiba vai a São Januário visitar o Vasco.  

GOLS: Éverton Ribeiro, aos 46 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 20, e Romarinho aos 45 minutos do segundo.

CORITIBA: Vanderlei; Ayrton, Pereira (Lucas Claro), Escudero e Lucas Mendes; Chico, Junior Urso, Gil e Éverton Ribeiro; Roberto (Thiago Primão) e Leonardo. Técnico: Marcelo Oliveira.

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos (Martinez); Ralf, Paulinho, Douglas (Guerrero) e Danilo; Jorge Henrique e Romarinho (Wallace). Técnico: Tite.

ÁRBITRO: Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS).

CARTÕES AMARELOS: Chico, Escudero e Roberto (Coritiba); Ralf, Chicão, Danilo e Romarinho (Corinthians).

LOCAL: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.