Divulgação/ Corinthians
Divulgação/ Corinthians

Corinthians vira sobre o Fortaleza e mantém Rogério Ceni como freguês

Time alvinegro faz 3 a 1 no adversário com boa atuação de Pedrinho, que marcou um gol e deu uma assistência

João Prata, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2019 | 20h54

O Corinthians venceu o Fortaleza de virada, por 3 a 1, neste domingo, fora de casa, na Arena Castelão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pedrinho foi o destaque da partida com um gol e uma assistência. Boselli e Danilo Avelar também marcaram. Osvaldo descontou com o auxílio de Manoel, que desviou para as redes.

O resultado leva o time paulista para a oitava colocação, com 19 pontos, a dois de uma vaga no G-4 (e com um jogo a menos do que as demais equipes). Também, mantém Rogério Ceni como freguês do Corinthians. Em cinco jogos que enfrentou o clube alvinegro na função de treinador, foram três derrotas e dois empates. 

A equipe de Fábio Carille agora se prepara para dois jogos importantes. Na quinta-feira tem a volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Montevideo Wanderers. O Corinthians venceu o jogo de ida por 2 a 0. Na sequência, domingo, tem o clássico com o Palmeiras na arena em Itaquera pelo Brasileirão.

Carille optou por poupar alguns dos titulares e colocou uma equipe desentrosada em campo. Depois de o Fortaleza dominar as ações no dez minutos iniciais, o Corinthians conseguiu equilibrar o jogo. A equipe, no entanto, sentiu a falta do apoio de Fagner pelo lado direito.

Pedrinho estava isolado no setor e pouco produziu nos 45 minutos iniciais. Mateus Vital, na função de meia, quase não pegou na bola. Boselli estava muito isolado na frente. As equipes tinham dificuldade para criar chances claras de gol. O Fortaleza abriu o placar com o auxílio da zaga corintiana. Osvaldo cabeceou da esquerda para o meio da área, Manoel tentou desviar, mas mandou para as redes.

Apesar da fraca atuação, Carille manteve o time sem mexer na volta do segundo tempo. A equipe melhorou um pouco. Junior Urso perdeu gol feito ao errar cabeceio. O treinador então decidiu colocar Fagner em campo. A equipe voltou a criar pelo lado direito e foi por ali que saiu o gol de empate. Pedrinho cruzou, Boselli cabeceou na trave e pegou a sobra para deixar tudo igual. Dois minutos depois, Vital encontrou Pedrinho na direita. Ele ganhou do marcador e bateu cruzado na saída do goleiro para virar.

O Fortaleza sentiu a virada e parecia também ter cansado por tentar impor o ritmo desde o início. O Corinthians se fechou e ainda encontrou o terceiro gol em um belo chute de fora da área de Danilo Avelar, no ângulo de Felipe Alves. 

FICHA TÉCNICA:

FORTALEZA 1 X 3 CORINTHIANS

FORTALEZA: Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Roger Carvalho (Felipe Pires) e Carlinhos; Felipe, Juninho, Romarinho (Marlon) e Osvaldo (Edinho); Kieza e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

CORINTHIANS: Cássio; Michel Macedo (Fagner), Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel, Junior Urso (Matheus Jesus) e Pedrinho; Mateus Vital, Boselli e Everaldo (Clayson). Técnico: Fábio Carille.

GOLS: Osvaldo, aos 39 do primeiro tempo; Boselli, aos 22, Pedrinho, aos 24, e Danilo Avelar, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)

CARTÕES AMARELOS: Juninho e Gabriel Dias; Michel

PÚBLICO E RENDA: Não disponíveis.

LOCAL: Arena Castelão, em Fortaleza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.