Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Corinthians vira sobre São Caetano e está na semi da Copa São Paulo

Azulão esteve na frente do placar duas vezes, mas Alvinegro venceu na base do sufoco. Clube já tem 8 títulos da Copinha

O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2015 | 20h33

Após estar duas vezes atrás no placar, o Corinthians venceu o São Caetano por 4 a 2, na noite desta terça-feira, na Arena Barueri, em Barueri (SP) e se garantiu na semifinal da 46.ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Assim, o maior campeão da história do torneio segue vivo na briga pelo nono título.

O São Caetano abriu o placar logo no início do jogo e chegou a ir para o intervalo com resultado parcial de 2 a 1. Porém, no segundo tempo o time da capital aumentou o poder ofensivo, criou oportunidades e chegou à vitória.

Esta foi a sexta vitória seguida do Corinthians, que mantém os 100% de aproveitamento na Copa SP. A equipe venceu todos os três jogos da primeira fase e depois eliminou Grêmio Prudente e Goiás na segunda fase e oitavas de final, respectivamente.

O JOGO - O Corinthians iniciou a partida impondo velocidade e querendo abrir o placar logo nos primeiros minutos. Porém, foi o São Caetano que saiu na frente. Aos cinco minutos, o atacante Panambi aproveitou sobra na pequena área e de cabeça testou para as redes.

O gol sofrido fez com que o Corinthians aumentasse as investidas no campo de ataque. O que surtiu efeito aos 16 minutos, quando Marciel empatou a partida. O jogador cobrou falta, a bola estourou nos braços do goleiro Victor e entrou: 1 a 1.

Quando a partida caminhava para o intervalo, o habilidoso atacante Santiago voltou a deixar o São Caetano na frente do placar. Aos 39, ele aproveitou bate-rebate próximo à meia-lua e colocou a bola no ângulo do goleiro corintiano Caíque, colocando ainda mais tensão nos torcedores que compareceram em bom número na Arena Barueri.

No segundo tempo o Corinthians voltou ainda mais ofensivo. Tanto que chegou ao empate. Aos dez minutos, Gabriel Vasconcelos recebeu dentro da área e deixou tudo igual após chute forte. E aos 12, o time do Parque São Jorge viraria, quando o zagueiro Vitão derrubou Gabriel Vasconcelos na área: pênalti. Na cobrança, Matheus Cassini virou a partida. No final, aos 43, o zagueiro Rafael Augusto recebeu cruzamento e sem marcação fez o quarto e garantiu a classificação ao time alvinegro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.