Divulgação/Ag. Corinthians
Divulgação/Ag. Corinthians

Corinthians visita o Botafogo para manter o embalo no Brasileirão

Equipe paulista está invicta há cinco jogos e começa a sonhar com uma vaga na próxima Libertadores

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2020 | 05h00

Se antes a luta era para se distanciar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, agora o Corinthians sonha em conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. Embalado pela sequência de cinco partidas de invencibilidade, com três vitórias e dois empates, o time visita o Botafogo neste domingo, às 16h, no Engenhão, pela 27.ª rodada.

O técnico Vagner Mancini está empolgado com o momento da equipe. “Estamos mudando de patamar. Duas vitórias nos dá a chance de encostar no grupo de cima, espero que seja para ficar. Todo jogo é uma luta. Eu acho que nós temos como obrigação tentar tudo aquilo que pode ser feito no campeonato deste ano. O sonho faz parte de todos os trabalhos no futebol.”

Mancini foi contratado em outubro e conseguiu melhorar o rendimento do time. Apesar de admitir que a briga agora é por vaga na Libertadores, o treinador prega cautela. “Superação é a grande chave da mudança do Corinthians. Não posso ficar eufórico. Futebol é para cima, mas é para baixo também. Consciência, cabeça tranquila, buscar evolução jogo a jogo. Pés no chão para proporcionar ao torcedor grandes confrontos. Acho que o Corinthians vai pensar diferente no torneio. Essa é minha opinião, mas é fundamental seguir jogando bem”.

O Corinthians ainda não poderá contar com Cássio, que sofreu uma pancada na cabeça durante a vitória sobre o Goiás, na última segunda-feira, e ficou dois dias em observação no hospital. Cumprindo o protocolo de concussão, o goleiro deve voltar aos treinos somente amanhã, sete dias após o choque.

O outro desfalque é o zagueiro Bruno Méndez. A disputa pela vaga do uruguaio é entre Marllon e Jemerson, que vive a expectativa de estrear pelo clube. Ele foi contratado no início de novembro, mas contraiu coronavírus e depois viu a dupla de zaga formada por Bruno Méndez e Gil crescer. Para hoje, o meio de campo corintiano também pode ter mudança, já que o volante Cantillo está recuperado de problema muscular.

Enquanto o Corinthians busca se aproximar do G-6, o Botafogo não tem chances de sair da zona de rebaixamento mesmo se vencer em casa. A equipe carioca, porém, chega com ânimo renovado após ganhar do Coritiba no último sábado, em Curitiba, num confronto direto pela luta contra o rebaixamento.

O técnico Eduardo Barroca analisou o duelo. “É um jogo muito difícil pelo momento do Corinthians, pelo nível dos jogadores e do treinador que eles têm. Temos de saber que o mínimo que precisamos é nos preparar para mais uma final de Copa do Mundo, nos doar e entregar o máximo de competitividade e organização. Vamos jogar dentro da nossa casa, precisamos aproveitar isso para fazer um confronto de muita entrega, conseguir o resultado e reverter o cenário na competição”, disse o treinador. “Para quem precisa fazer um campeonato de recuperação, é necessário trabalhar em um padrão alto de excelência em treinamentos e próximo da perfeição nos jogos restantes”, continuou.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X CORINTHIANS

Botafogo: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Zé Welison, Caio Alexandre e Bruno Nazário; Warley (Lecaros), Kalou (Matheus Babi) e Pedro Raul. Técnico: Eduardo Barroca.

Corinthians: Walter; Fagner, Gil, Jemerson e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro (Cantillo) e Otero; Cazares, Gustavo e Jô. Técnico: Vagner Mancini. 

Juiz: Heber Roberto Lopes (SC). 

Local: Engenhão. 

Horário: 16h. 

Na TV: Globo e pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.