Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Corinthians visita o Cruzeiro pressionado pelo rebaixamento

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio do Mineirão, pela 34ª rodada do Brasileiro

João Prata, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2018 | 05h00

Pressionado pela ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro e ainda indignado com os erros de arbitragem de que foi vítima contra o São Paulo, o Corinthians encara o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão, em Belo Horizonte, atrás da primeira vitória fora de casa sob o comando de Jair Ventura. E, claro, de pontos que possam lhe trazer tranquilidade.

Nesta temporada, o time tem péssimo retrospecto quando atua longe de seus domínios. A equipe só venceu o Paraná (4 a 0) e o Vasco (4 a 1) como visitante, no primeiro turno. Com o atual treinador foram seis jogos no campo do adversário: quatro derrotas e dois empates. Não à toa, a equipe ocupa a 13.ª colocação, com 40 pontos, apenas três acima do grupo da degola. 

O zagueiro Henrique admitiu que o elenco precisa evoluir, especialmente nas partidas como visitante. No entanto, vê a arbitragem como principal responsável pela situação (ruim) do Corinthians no torneio. 

“Buscando o erro zero. Sabemos que precisamos evoluir. Mas antes tem muitas coisas que aconteceram que não dependeram só da gente. Foram 11 pontos mais ou menos que acabaram escapando dessa maneira. Estamos tentando fazer a nossa parte. Agora temos de pensar na gente, em fazer um grande jogo e sair com os três pontos de Minas”, disse o zagueiro, ontem.

Os erros em questão são referentes a seis jogos em que o clube considera ter sido prejudicado pelos árbitros. De acordo com as contas do zagueiro, o Corinthians deixou de somar dois pontos contra São Paulo, Vitória, América-MG, Internacional e Ceará. O time empatou essas partidas, mas poderia ter vencido. Também havia a possibilidade de ter empatado com o Botafogo, pois o juiz não deu um pênalti em cima de Roger - a equipe acabou perdendo por 1 a 0, no tropeço mais recente jogando na casa do adversário.

“Foram jogos em que a gente poderia ter somado três pontos. Até mesmo um ponto pelo empate. São coisas que afetam. A gente poderia estar buscando a parte de cima da tabela”, reclamou o defensor corintiano.

Se o clube tivesse conseguido em campo todos esses pontos, teria 51 na tabela e estaria em sexto lugar, dentro do grupo da Libertadores, com quatro de vantagem sobre o Atlético-MG, que cairia para sétimo, e sete atrás do São Paulo, o atual quinto colocado da competição.

Mas como a realidade é outra, Jair precisa fazer esse time jogar. Um bom desempenho nos cinco confrontos que restam no torneio pode garantir, além da permanência na primeira divisão, a continuidade do treinador na próxima temporada. 

Para o duelo contra o Cruzeiro, ele deve fazer apenas duas alterações em relação ao time que empatou com o São Paulo por 1 a 1 no último sábado. O lateral-esquerdo Carlos Augusto foi convocado para a seleção brasileira sub-20 e deixará a vaga para Danilo Avelar. O volante Ángelo Araos terá de cumprir suspensão por ter sido expulso no clássico de Itaquera e será substituído por Douglas.

Será o primeiro reencontro entre as equipes após a decisão da Copa do Brasil. O Corinthians perdeu os dois jogos - 1 a 0, fora, e 2 a 1, em casa. No ano, será o quinto confronto. A equipe alvinegra venceu a partida do primeiro turno por 2 a 0, com dois gols do paraguaio Romero. Também houve dois amistosos. O Corinthians ganhou um deles por 2 a 0 e empatou o outro: 2 a 2.

TRANQUILIDADE - Campeão da Copa do Brasil, garantido na Libertadores de 2019 e sem chances de título, o Cruzeiro vive situação cômoda no Brasileirão. O time terá como principal desfalque o técnico Mano Menezes, afastado para dar continuidade a um tratamento dermatológico, iniciado no ano passado.

Quem comandará a equipe do banco de reservas será o auxiliar Sidnei Lobo. Ele não poderá contar com o lateral-direito Edilson e os atacantes Rafael Sobis e Sassá, suspensos. O zagueiro Dedé e o meia Arrascaeta também desfalcam o Cruzeiro por terem sido convocados para amistosos de Brasil e Uruguai, respectivamente.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero, Léo, Manoel e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves, David (Rafinha); Fred. Técnico: Sidnei Lobo (interino).

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas e Jadson; Pedrinho, Danilo e Romero. Técnico: Jair Ventura. 

ÁRBITRO - Jean Pierre Goncalves Lima.

LOCAL - Estádio do Mineirão.

HORÁRIO - 21h45. 

NA TV - Globo e pay-per-view.

AO VIVO - estadao.com.br/e/sccp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.