Corinthians volta a vencer São Paulo e conquista título da Recopa

Clube alvinegro fatura o terceiro torneio internacional em um período de um ano

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

18 de julho de 2013 | 00h22

SÃO PAULO - O

Mesmo precisando da vitória para reverter a derrota no primeiro jogo, o São Paulo entrou com três volantes (Denilson, Wellington e Rodrigo Caio). Mas tinha dificuldade de sair e foi assim que Edenilson roubou uma bola aos 11 minutos, quando a sobra ficou com Danilo, que bateu para boa defesa de Rogério Ceni. Na cobrança de escanteio, Guerrero cabeceou no canto, mas sem força, e o goleiro são-paulino voltou a defender.

A única chegada são-paulina no primeiro tempo aconteceu aos 16 minutos, depois que Osvaldo foi buscar o jogo no meio do campo, tabelou com Luis Fabiano e bateu por cima do gol. Aos poucos, o Corinthians afrouxou a marcação, mas, ainda assim, o São Paulo não conseguia criar. Por outro lado, o time da casa também já não levava perigo, porque não conseguia roubar a bola no campo do adversário.

Sem inspiração de ambos os lados, o Corinthians só voltou a levar perigo em lance de bola parada. Aos 34 minutos, Romarinho bateu falta da intermediária, Gil subiu mais que a zaga e desviou. A bola passou raspando o gol de Rogério.

No lance seguinte, o Corinthians voltou a conseguir um roubo de bola e, desta vez, abriu o placar. Aos 35 minutos, Emerson recebeu lançamento perfeito dentro da área, dominou e bateu cruzado para o meio. Guerrero girou e ao chutar foi bloqueado por Rafael Toloi. No rebote, Romarinho chutou travado por Juan, mas ainda assim marcou.

Em busca de mais uma opção ofensiva, o São Paulo voltou para o segundo tempo com o atacante Aloísio na vaga de Wellington. Mesmo assim, o Corinthians seguia melhor, até que Fábio Santos teve chance inacreditável. Lançado nas costas da defesa, em posição legal, ele avançou sozinho, com Guerrero sozinho no meio. O lateral não só preferiu bater, como tocou fraquinho, em cima de Rogério Ceni, que agarrou.

Com a vantagem e o tempo passando, o Corinthians recuou, buscando uma bola para o contra-ataque. Enquanto isso, o São Paulo aproveitava para ficar com a posse, tentando achar um espaço na muralha armada à frente do gol. Nessa batalha, o time do Morumbi quase empatou. Na primeira grande jogada de Ganso, o meia deu lindo lançamento para Aloísio. Em posição legal, o atacante dominou e, sozinho, bateu em cima de Cássio, que fez grande defesa.

Não demoraria para que o Corinthians também tivesse sua chance, mas, dessa vez, não desperdiçasse. Guerrero saiu da área e fez linda jogada, passando entre três marcadores. Então, tocou para Fábio Santos, que cruzou. Danilo subiu mais alto que Rafael Toloi e cabeceou. Rogério Ceni fez grande defesa, mas, na sobra, o próprio meia marcou, aos 23 minutos. Daí para frente, foi só tocar a bola e esperar o grito de "campeão" da torcida.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 0 SÃO PAULO

CORINTHIANS - Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Guilherme e Danilo; Romarinho (Renato Augusto), Emerson (Ibson) e Guerrero (Alexandre Pato). Técnico: Tite.

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Juan (Maicon); Denilson, Rodrigo Caio, Wellington (Aloísio) e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Paulo Autuori.

GOLS - Romarinho, aos 35 minutos do primeiro tempo; Danilo, aos 23 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo César de Oliveira (Fifa/SP).

CARTÕES AMARELOS - Danilo (Corinthians); Douglas (São Paulo).

RENDA - R$ 1.875.887,00.

PÚBLICO - 36.294 pagantes (38.050 total).

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.